Fevereiro 28, 2005

Dica — Materiais Artísticos para Escolas

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Em sintonia com o universo da escola 

Tintas, pincéis, papéis de várias texturas, madeira, telas. Parece infinito o universo de materiais artísticos à disposição das escolas. É fundamental também ter um espaço adaptado para as aulas de artes.

A escolha do material e de como ele será transformado depende da faixa etária dos alunos e também da linha pedagógica da escola. Na Casinha Pequenina, por exemplo, escola de educação infantil do Colégio Friburgo, em São Paulo, as crianças têm a disposição um terreno de seis mil metros quadrados, com horta, árvores frutíferas e animais, como pavão, vaca, pônei, ovelha, patos, galinhas, coelhos, chinchila e periquitos. Faz parte desse cenário o ateliê de artes, um espaço aberto, porém coberto, dotado de mesas com cavaletes, um tanque baixo para as crianças lavarem os pincéis e prateleiras com os materiais.

“Nosso espaço é inspirador para atividades de artes plásticas”, avalia Maria Beatriz Telles, psicopedagoga e diretora da escola. Nesse espaço privilegiado pela natureza, os alunos, com idades entre um ano e meio e seis anos, criam seus trabalhos utilizando materiais apropriados para essa faixa etária. Os bebês não usam tinta, mas gelatina colorida sem sabor. “A gelatina não tem açúcar, portanto não atrai formigas, e pinta papel. Outra opção é misturar amido de milho, água e corante comestível. Não podemos usar tintas, mesmo que sejam atóxicas, porque as crianças pequenas colocam tudo na boca”, explica a professora e pedagoga da escola Cíntia Ferreira Nogueira, especialista em arte-educação.

Já os alunos maiores interferem na criação dos materiais. Ao invés de optar por tintas industrializadas, as próprias crianças misturam anilina comestível em água ou em cola branca. “A criança vai pigmentando e vê aparecer as cores, das primárias às secundárias”, conta Cíntia. Além da manipulação das cores, há a preocupação de utilizar mais de uma técnica artística no mesmo trabalho. Inspiradas nos animais da própria escola, por exemplo, as crianças pintaram um fundo de papel utilizando anilina e cola branca; depois, desenharam os animais com canetinha e arremataram com uma colagem de papel camurça.

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.