julho 21, 2005

Dica – Elevadores – Modernização

Publicidade

Convex – Banner de conteudo

Matéria publicada na edição 06 | julho 2005 – ver na edição online 

Beleza e economia com elevadores modernos

Um elevador antigo pode ter melhores condições de funcionamento se passar por uma modernização. Há duas etapas de modernização: a estética (reforma da cabina) e a técnica, com substituição dos comandos (que são o cérebro do elevador) por sistemas eletrônicos e outros itens da parte elétrica, como botoeiras, fiação, trincos e limites.
A modernização estética garante maior conforto, além da valorização do patrimônio. O design das cabinas é atualizado, substituindo-se o revestimento antigo por materiais como aço inoxidável, folheado de madeira ou laminado melamínico. Espelho, corrimão, rodapé, piso de granito, teto e iluminação complementam o novo visual, além de novas botoeiras de chamada, com indicadores digitais, proporcionando aos usuários viagens mais agradáveis e seguras.
Segundo o SECIESP (Sindicato das Empresas de Conservação, Manutenção e Instalação de Elevadores do Estado de São Paulo), modernizar o elevador transforma-o num equipamento mais seguro e econômico. Se o usuário chamar dois elevadores ao mesmo tempo, apenas o que estiver mais próximo chegará ao andar solicitado. A máquina pode ainda cancelar chamadas, quando forem acionados vários botões ao mesmo tempo: o sistema anula as chamadas, pois identifica quando o elevador já parou em três andares e a porta não foi aberta. Os elevadores modernos podem ainda receber uma campainha, que toca quando a porta fica aberta por mais de 30 segundos. Um indicador mostra em qual andar o elevador ficou preso. Além do conforto, a modernização técnica economiza até 40% de energia elétrica, além da redução dos custos de manutenção e menor índice de falhas.

Na próxima edição, leia Dicas sobre Instrumentos Musicais

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.