outubro 15, 2007

Dica — Esportes

Publicidade

Convex – Banner de conteudo

Matéria publicada na edição 32 | Outubro 2007 – ver edição online 

Esporte neles!

A criação de escolas de esportes dentro das instituições de ensino desperta grande interesse nos alunos, que também se inspiram nos ídolos e conquistas do esporte nacional. Para os pais é uma solução prática, pois as atividades são realizadas no mesmo local em que os filhos estudam, eliminando a maratona do leva-e-traz. Em geral, quem estuda de manhã pratica esportes à tarde, na seqüência da aula, e vice-versa.

As modalidades esportivas se dividem em dois grupos. As clássicas são oferecidas pela maioria das escolas e incluem basquete, vôlei, futsal, handebol, natação, judô, jiu-jitsu, dança, ginástica olímpica, ginástica rítmica, etc. Já escola de circo, skate, patinação e capoeira, são oferecidas de acordo com o interesse dos alunos. Aliás, meninos e meninas têm o mesmo entusiasmo pela prática esportiva.

Os grandes eventos esportivos, como os Jogos Panamericanos, realizados em julho no Rio, contribuem fortemente para aumentar o interesse dos alunos por determinadas modalidades em que o país tenha se destacado. Até hoje o futsal sofre influência da última Copa do Mundo no Colégio Pentágono, cujo curso, na modalidade feminina, tem 100 alunas participantes nas três unidades de São Paulo (Perdizes, Alphaville e Morumbi). A instituição criou sua escola de esportes em 1981.

Já o Colégio Albert Sabin, na zona oeste de São Paulo, possui o programa Sabin + Esporte e Cultura, que permite ao aluno frequentar, sem acréscimo na mensalidade, até três atividades diferentes, além das aulas de Educação Física. “O esporte exerce um verdadeiro fascínio entre as crianças e adolescentes. Para se ter uma idéia, a maioria dos nossos alunos pratica três modalidades esportivas diferentes, que é o máximo permitido em nosso programa”, conta Cristina Godói, coordenadora de eventos da instituição.

Quanto à contratação ou terceirização de professores, cada escola adota a sua própria política. No Albert Sabin, por exemplo, o programa de esportes conta com 30 professores contratados. No Pentágono ocorre o mesmo, sendo que os professores de Educação Física são responsáveis pela maior parte das atividades esportivas extracurriculares, enquanto que, para algumas modalidades, como judô, dança, ginástica artística, tênis e natação, são contratados especialistas.

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.