Fevereiro 25, 2008

Fique de Olho — Sistemas de Segurança e Controle de Acesso

Publicidade

Convex – Banner de conteudo

Matéria publicada na edição 35 |Fevereiro 2008 – ver na edição online

Tecnologias cada vez mais avançadas permitem às escolas prevenir invasões e atos de vandalismo.

Sistemas de CFT V – Circuito Fechado deT V, alarmes e modernos equipamentos de controle de acesso já são realidade também para médias e pequenas escolas, e não apenas para as grandes instituições de ensino. “Segurança hoje é um serviço a mais prestado pelas escolas”, admite Kátia Cotait, diretora da E-Network, empresa que vende, instala e dá manutenção em equipamentos eletrônicos de segurança. Um sistema de controle de acesso que tira foto e cadastra o RG do visitante evita a entrada de intrusos mal intencionados, acredita Kátia.“Esse equipamento é um excelente instrumento de marketing para mostrar aos pais a preocupação da escola com a segurança. O diretor tem um controle efetivo, com relatórios, de quem entra e sai da escola”, explica.

Já as câmeras instaladas em áreas como pátio, cantina, escadarias e até mesmo salas de aula funcionam como um ótimo sistema de gerenciamento para o diretor, sustenta. Imagens de determinados espaços podem ser disponibilidades para os pais.“ As câmeras podem proporcionar serviços, além de segurança. Porque não mostrar para os pais um jogo de futebol ou uma aula de ballet, que podem ser assistidos online?”, opina. Kátia frisa ainda a importância da qualidade das instalações. “Prezamos pelo acabamento. Jamais passamos fios colados. Além de feio esteticamente, compromete a segurança. Acredito que as escolas devem mostrar clareza e limpeza em tudo que fazem. Usamos tubulação de alumínio e as câmeras recebem uma caixa de proteção”, completa.

Para Estevam Barros, sócio proprietário da Spy, que há 18 anos trabalha com sistemas eletrônicos de segurança, as câmeras auxiliam na segurança, especialmente nas áreas de acesso das escolas, como também no monitoramento dos espaços internos. Segundo Barros, é possível programar quais câmeras terão todas as imagens gravadas e quais só gravarão as imagens com movimento. A Spy oferece o sistema de gravação digital, por computador ou stand alone.“O stand alone é a tendência do mercado, pois não necessita de computador. O mais usual são os sistemas com 4, 8 ou 16 câmeras”, constata, completando que seja qual for o sistema escolhido, sempre é indicado que a central de segurança fique num local protegido, para evitar que, em caso de assalto, o equipamento seja levado.

Na opinião de Alexandre C. Paranhos, diretor comercial do Grupo Pro Security, atualmente os pais estenderam a
preocupação de segurança que já tinham com seus lares até a escola.“Boa parte do dia seus filhos estão na escola. Assim, é
crescente a preocupação dos pais com as questões de segurança a instituição”, avalia. Para Alexandre, no planejamento de segurança em escolas deve-se ter em mente situações bem diversas, como os momentos de alto fluxo de entrada e saída e os momentos de baixo fluxo de entrada e saída. A empresa desenvolve projetos dê segurança eletrônica com a instalação de alarmes e câmeras. “As câmeras muitas vezes tem o objetivo de vigilância, dando aos pais a oportunidade de ‘assistir’ seus filhos na escola ou o movimento dela”, admite. Os principais pontos a serem considerados no planejamento de segurança da escola, conforme Alexandre, são o controle de entrega e retirada dos alunos; o controle das filas de veículos visando a segurança dos pais e empregados que aguardam a retirada dos alunos; a identificação, repressão e controle de “pontos de escape”, locais de venda de bebidas, eventual ponto de drogas e palestras de conscientização de segurança para pais e alunos.

Continue Lendo

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.