janeiro 13, 2014

Gestão Escolar — Com planejamento, escola em SP cresce 8% ao ano e projeta novos investimentos

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Matéria publicada na edição 89 | Junho e Julho 2013

A Direcional Escolas apresenta o case de gestão da Escola do Futuro, instituição bilíngue que completa 15 anos em 2013, registra expansão média anual de 8% e se prepara para dar um salto ainda maior. A seguir, publica artigo sobre estratégias de crescimento, do especialista Alan Castro Barbosa.

escola-do-futuro2

Sede de uma das unidades da Escola do Futuro, na zona Oeste de São Paulo. No meio, Simone Pedro e, à direita, o gerente Augusto Volpi

São quase 800 alunos matriculados em duas unidades na região Oeste de São Paulo, já próximas ao município de Osasco. Alguns estudantes procedem de lugares distantes, como Alplhaville, na região metropolitana, em busca do ensino bilíngue (português e inglês) e currículo internacional (com acreditação pela Advanced, organização mundial da área educacional). As instalações são modernas, em imóveis quase integralmente próprios. Quem chega ao Campus I da Escola do Futuro, na Vila de São Francisco, surpreende-se com a estrutura erguida no curto período de 15 anos. Pois a instituição começou a sua trajetória com apenas 60 alunos do Ensino Fundamental I e cresceu a uma taxa anual média de 8%.

“A ideia era formar líderes para atuar em diferentes frentes da sociedade, com educação de excelência, bilíngue, multicultural e de caráter cristão”, lembra a responsável pela área de Relações Institucionais, Simone do Prado de Assis Pedro. Para isso, o que não faltou foi estratégia administrativa, observa Augusto Volpi, gerente da área administrativa e financeira. No período, a escola investiu entre 7% a 10% de seu faturamento na expansão da estrutura física e pedagógica.

Augusto se integrou à equipe neste ano para ajudar a Escola do Futuro a crescer ainda mais, em torno de 15% ao ano. Segundo ele, já há uma estratégia de gestão bem-sucedida na escola, a qual será mantida, que combina equilíbrio orçamentário a partir do número de alunos e valores das mensalidades; de reajustes anuais suficientes para cobrir a inflação e garantir verba de contingência, além de percentual de investimento; e com baixa inadimplência. Agora, o desafio do gerente, que atua há 18 anos em gestão escolar, é buscar recursos para assegurar o novo processo de expansão.

PERFIL – ESCOLA DO FUTURO

Mantida pela Associação Escola do Futuro, a instituição trabalha em regime de período integral e bilíngue no Ensino Fundamental e Médio. Na Educação Infantil, as crianças são educadas no idioma inglês e os pais contam com opção de meio período e integral. As mensalidades variam entre R$ 1.800 e R$ 2.500 (mais os custos com material e alimentação). A Escola emprega 115 funcionários (43 administrativos e 72 pedagógicos), além de 18 estagiários.

escola-projeto-vida3

Saiba mais

Augusto Volpi & Simone do Prado de Assis Pedro
contatos@escoladofuturo.com.br

Continue Lendo

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.