Educação Bilíngue

Educação Bilíngue

O mercado de escolas começa a ficar sensível com a possibilidade de oferecer uma Educação Bilíngue de qualidade para seus alunos.

Contudo, esta questão ainda gera muitas dúvidas e polêmicas, quanto a sua nomenclatura e aplicabilidade, principalmente pela falta de uma orientação do MEC e da Secretaria de Educação em relação a esse assunto.

A própria nomenclatura já traz confusão e aqui aproveito para esclarecer alguns pontos relativos a Educação Bilíngue no Brasil.

Hoje os pais podem escolher diferentes escolas cujo objetivo é a aquisição de um 2º idioma.

A forma de como este ensino acontece é que faz a diferença: Escolas Internacionais – São escolas, que o aluno frequenta baseado no projeto pedagógico e na cultura do país escolhido.

Ex.: Escola americana, escola alemã, escola francesa, escola canadense.

Nessas escolas, a língua mãe sempre usada para a comunicação interna e também para serem trabalhadas todas as disciplinas é a do país de origem.

No caso dessas escolas no Brasil, o português é dado a aquisição de uma 2ª língua.

Escolas Bilíngues

As características de uma Escola Bilíngue estão na estruturação, pois há necessidade de se terdois projetos pedagógicos – um do país de origem, outro do Brasil. Todos os alunos por contrato tem a mesma carga horária e todos frequentam com os mesmos objetivos: Escola Bilíngue Alemã – Estudam-se as 2 línguas.

Ex.: 2 horas de alemão e 2 horas de inglês podendo se estender para um maior número de horas na escola e aí pode-se dividir nos dois idiomas, conforme o interesse da Escola.

Educação Bilíngue

 

É o que se oferece nas escolas como aprendizado de um 2º idioma.

- 1 x por semana.

- 2 x por semana ou 5 vezes.

De acordo com a carga escolhida dentro ou fora do currículo ou no integral.

Programa Bilíngue

 

É um estudo mais intensivo da língua que pode ser trabalhado dentro ou fora do currículo, uma ou duas horas por dia dependendo dos objetivos da direção.

 

O programa bilíngue tem sido muito bem aceito no mercado, pois atende a demanda das famílias que muitas vezes, não podem colocar seus filhos numa Escola Internacional ou bilíngue.

O importante para a liderança da escola, que qualquer que seja abordagem deve ser trabalhado de forma correta e produtiva.

Aquisição x aprendizagem

 

Como se processa a aquisição de uma 2º língua em qualquer uma dessas possibilidades.

 

Uma criança pode desenvolver a competência em uma segunda língua através da aquisição ou da aprendizagem. A aquisição se dá de forma semelhante à que a criança utiliza para desenvolver a primeira língua, ou seja, de forma subconsciente. Normalmente, a criança não está consciente do fato de que está adquirindo a linguagem, mas está consciente de que a está utilizando para a comunicação, embora não tenha preocupações de acerto com relação às regras gramaticais.

As vantagens para o aluno são muitas e hoje precisamos estar passando estas informações para as famílias, pois o aprendizado em um 2º idioma faz diferença na parte social, cognitiva além de facilitar muito esta aquisição do 2º idioma. Sabemos que, nascemos para aprender línguas e se formos estimulados a aprender de forma correta tudo fica mais fácil e os benefícios aparecem rapidamente.

Pin It

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


5 × = 45

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>