outubro 9, 2014

Brinquedoteca Escolar: espaço lúdico para brincar

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Conforme mencionado na matéria anterior, de 16 de julho 2014, quanto   maior a vivência de mundo e experiência da criança, maior será seu enriquecimento pessoal e desenvolvimento geral.

Por isso as atividades lúdicas são muito importantes, porque são fundamentais para o processo de aprendizagem e um dos ambientes que permitem que elas aconteçam é na escola. A escola é um elemento essencial, para a construção da formação e aprendizagem da criança. Segundo Jean Piaget, “a atividade lúdica é o berço obrigatório das atividades intelectuais da criança, sendo por isso, indispensáveis a pratica educativa.”

Uma maneira mais significativa da escola conseguir que essas atividades lúdicas aconteçam é através da formação de uma brinquedoteca.    Esse espaço é especialmente formado pelas escolas para proporcionar a seus alunos o favorecimento da brincadeira de forma livre, espontânea e prazerosa, possibilitando através de diferentes estímulos de aprendizagem, o desenvolvimento físico, emocional, intelectual e social da criança, tornando-se um importante instrumento pedagógico, indispensável e complementar aos estudos escolares.

A brinquedoteca busca assegurar o desenvolvimento integral da criança e são inúmeros os benefícios que propícia somente citando alguns:
– construção do pensamento, pois o brinquedo permite a criança criar seu mundo imaginário;
– experiências para aprender a dividir as coisas, a cooperar a ter raciocínio lógico, utilizando jogos diversos;
–  vivência do mundo adulto , através da brincadeira do “faz de conta”, no qual, a criança brinca demonstrando a visão de mundo que têm, desenvolvendo a atenção, socialização, despertando a curiosidade e a capacidade de resolver problemas, de uma forma prazerosa e divertida

– capacidade de concentração, criação e organização;
– acesso a sentimentos afetivos como a auto-estima por exemplo;
– expressar-se livremente.

Segundo Nylse Helena Silva Cunha,  “A brinquedoteca não existe para distrair as crianças, ela reporta-se a formação do ser humano integral e aos vários períodos que ela  atravessa”. E ainda proposta da mesma: “alimentar a vida interior das crianças (“); dar-lhes oportunidades para que brincando, liberem sua capacidade de criar e de reinventar o mundo, de liberar sua afetividade e de ter suas fantasias aceitas e favorecidas para que, através do mundo mágico do “faz de conta”, possam explorar seus próprios limites e partir para a aventura que poderá levá-los ao encontro de si mesmas. “

Para que essas atividades lúdicas e vivência de mundo aconteçam é necessário que a brinquedoteca inclua  e possibilite o contato com  brinquedos voltados a diversos setores, como:
– setor de teatro, com fantoches e teatro de fantoches, explorando a linguagem oral;
– setor de fantasias, deixando expostas diversas fantasias, bolsas, chapéus, entre outros;
– setor de jogos educativos, englobando jogos de montar e jogos de tabuleiro, desenvolvendo raciocínio, atenção, cooperação;
– setor de leitura, este setor,  pede aconchego, por isso alem de livros infantis, revistas, precisa de tapetes, almofadas e mobiliário adequado como um sofá infantil, um centro de leitura, para relaxarem enquanto lêem;
– setor de faz de conta-  com brinquedos que permitem a reprodução do mundo adulto, como casinhas de boneca, cozinhas, bancadas de ferramentas, carrinhos, bonecas, navios, aviões, entre outros;
setor de criatividade. Nesse setor não pode faltar mesa e cadeira infantil e materiais como lápis, giz de cera, tinta, papel;
– setor de mercadinho – com produtos de mercado, carrinho de compras, frutinhas, legumes, para estimular o trabalho com operações matemáticas.

setor das brincadeiras tradicionais, tão esquecida nos dias de hoje, como amarelinha, pula corda, batata quente, cabo de guerra, pula elástico, etc.

Enfim, dentro de todos esses setores, a criança poderá frequentar de forma livre e organizada o que mais lhe faz sentido naquele momento.

Importante também, ressaltar, que nestas atividades, a criança deverá ser monitorada sempre por um professor, para que ele possa acompanhar os desafios das mesmas e sua desenvoltura, tomando o cuidado de registrar suas observações focadas na: socialização, iniciativa, linguagem, capacidade motora e habilidades de cada criança. Esta atitude poderá orientá-lo na organização e oferecimento das atividades futuras baseadas nas necessidades de cada criança.

Além de todos esses benefícios citados acima, a escola que oferece uma brinquedoteca a seus alunos, estará proporcionando e acrescentando um diferencial na qualidade de ensino que, sem dúvida, refletirá na melhoria do seu desempenho escolar.

A primeira brinquedoteca brasileira surgiu em 1981, na “Escola Indianópolis” – São Paulo com o propósito voltado ao ato de brincar e desde então, elas  vem aumentando e crescendo, tanto em escolas, creches, como em hospitais.

Captura de Tela 2014-07-16 às 14.12.02Helen Martimiano: Professora, Graduada em fonoaudiologia, com especializacao em educacao, pela Faculdade Sao Camilo. Empresaria do segmento de brinquedos, localizada na zona norte de Sao Paulo.
Contato: helen@wtbrinquedos.com.br | (11) 3858-6452 | (11) 3858-7205

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.