novembro 19, 2014

Projeto Tecendo as Águas e alunos da rede estadual analisam água do litoral norte de SP

Publicidade

Convex – Banner de conteudo

Amostras já foram recolhidas em ocasiões e trechos diferentes para fins de comparação da qualidade da água que abastece a região

Estudantes da E.E. Nair Ferreira Neves, em São Sebastião, estão realizando análises da qualidade da água em três pontos da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, de forma a contribuir para com a construção do conhecimento da real situação de rios e córregos da região. A equipe de Gestão Ambiental e de Educação do Projeto Tecendo as Águas, do Instituto Supereco, cede os materiais e informações para a atividade que tem sido coordenada pela professora de Química e Biologia, Mônica Simões.No dia 23 de setembro foram realizadas as primeiras coletas de água com alunos representantes de três turmas de 2º ano do Ensino Médio. Cada turma teve um ponto diferente de coleta de água dentro da Bacia Hidrográfica do São Francisco localizado no entorno da escola: no afluente do Rio São Francisco que passa pela pedreira do bairro São Francisco, no Rio São Francisco atrás da E.E. Nair Ferreira Neves e próximo à foz do Rio São Francisco, onde o mesmo encontra-se com seus afluentes.

No dia 24 de setembro foram realizadas as análises da qualidade da água, em sala de aula, com todos os alunos das respectivas turmas utilizando o kit educativo Alfakit. A segunda coleta e análise foram realizadas no dia 3 de novembro com alunos de três turmas do 1º ano e do Grêmio Estudantil da escola. Um total de sete parâmetros foram analisados: pH, turbidez, ortofosfato, ferro, cloreto, oxigênio dissolvido e dureza total.

Ampliando a visão

“O procedimento de monitoramento educativo da qualidade da água estimula a visão crítica dos alunos, auxilia no processo de construção do conhecimento e empoderamento dos jovens sobre a qualidade dos rios, ampliando o olhar e motivando cobrança e ação para conservação das águas que servem suas casas. A proposta é que as análises sejam periódicas e constantes, de forma que os estudantes e professores tenham dados para a comparação e interpretação dos resultados”, explica a educadora ambiental do Projeto Tecendo as Águas, Débora Redivo.

A equipe do Projeto Tecendo as Águas, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, também está realizando o monitoramento da qualidade das águas da Bacia do Rio São Francisco, mensalmente, com análises do Laboratório AMBIOTEC certificado pelo INMETRO e por meio de kits “Alfakit” em outros pontos de coleta, além dos mapeados pelos estudantes. Todos os dados serão integrados numa avaliação final sobre a Bacia do Rio São Francisco, incluindo os obtidos das atividades de educação ambiental da escola E.E. Nair Ferreira, a ser concluída em 2015. Os dados desta avaliação auxiliarão a equipe do Projeto na elaboração de Diagnóstico Socioambiental e Sanitário da Bacia do Rio São Francisco, que será apresentado a uma rede de parceiros da região para análise e validação.

Quem faz

O Projeto “Tecendo as Águas” é realizado em parceria com a Chevrolet e o Instituto Educa Brasil, com patrocínio da Petrobras, por meio do Programa Petrobras Socioambiental e tem seis objetivos que se conectam no sentido de trabalhar a floresta, a água, educação, saúde, cultura, turismo, geração de renda e qualidade de vida: “Saberes das Águas”, “Se Ligue nas Águas”, “Conhecendo as Águas”, “Caminho das Águas”, “Águas da Mata” e “No Ritmo das Águas”. Conta também com o apoio do Comitê das Bacias Hidrográficas do Litoral Norte (CBHLN), das prefeituras de São Sebastião e de Caraguatatuba, do Instituto Trata Brasil, da rede Made In Forest, do Centro de Educação Ambiental de Guarulhos (CEAG) e da Organização Brasileira de Mulheres Empresárias (OBME).

Sobre o Instituto Supereco

O Supereco é uma OSCIP que atua há 20 anos com a missão de promover a educação ambiental como ferramenta estratégica de conservação ambiental aliada ao desenvolvimento humano. Os 23 Programas, projetos e intervenções de educação pela sustentabilidade, abrangendo todos os Biomas do Brasil, formaram mais de 10.500 educadores e lideranças multiplicadoras em educação ambiental, atenderam mais de 1,5 milhão de crianças e jovens em programas de educação ambiental presencial e à distância, contemplaram 900 mil participantes diretos nas intervenções socioambientais e produziram 95 publicações especializadas na área. Site www.supereco.org.br

COMO PARTICIPAR

Os moradores da região do litoral norte podem participar ativamente das ações socioambientais do Projeto Tecendo as Águas. Basta acompanhar o calendário de ações pelo facebook do projeto e se inscrever em oficinas, mutirões, concursos e eventos culturais. Há várias ações aos finais de semana, cursos com certificado e atividades que podem acolher voluntários, artistas, ambientalistas, estudantes, professores, agricultores, comerciantes e qualquer pessoa interessada em meio ambiente e sustentabilidade. Para quem não está no litoral norte de SP, o convite é para acompanhar e postar sugestões na página Tecendo as Águas do facebook.

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.