novembro 17, 2015

Dica – Quadras Esportivas – Manutenção e Segurança nas Quadras

Publicidade

Convex – Banner de conteudo

Matéria publicada na edição 113 | Novembro 2015- ver na edição online

Por Rafael Pinheiro

A programação diária de uma escola compete, em vários níveis e diversas idades, uma listagem gigantesca de aulas teóricas e práticas, deixando, para os momentos de lazer, a recreação e prática de esportes um momento de descontração aguardado por todos os alunos. Nas quadras poliesportivas, por exemplo, são realizadas diversas atividades físicas, lúdicas, de entretenimento, sociabilização, desenvolvimento e, de acima de tudo, de pura energia e motivação.

Para equipar uma quadra poliesportiva é necessário observar atentamente alguns critérios. A arquiteta Mara Cabral, especializada em áreas escolares, evidencia certos pontos, como: a segurança dos usuários, as modalidades esportivas pretendidas, a posição geográfica do terreno (de modo a evitar o sol no rosto dos jogadores), a capitação e escoamento da água pluvial da área de influência, equipamento desportivo, tipo de piso, necessidade ou não de absorção acústica de ruídos emitidas no local em uso e a manutenção e regras/cartazes para os usuários.

Dentre esses pontos, ressaltamos a importância da manutenção da quadra, que está relacionada as inspeções diárias no local. “Na inspeção diária, por exemplo, verifica-se ações de vandalismo, limpeza (higiene e objetos esquecidos) e integridade estrutural do equipamento. Na inspeção funcional, verifica-se as instruções dos fabricantes dos equipamentos, além da integridade estrutural e na inspeção anual, verifica-se o nível de segurança geral dos equipamentos, desgaste do piso, estrago por corrosão, e serviços de pintura”, diz Mara.

A inspeção anual, de acordo com a especialista, é recomendada que seja realizada pelo próprio fabricante do equipamento ou por técnicos qualificados para a inspeção, pois requer desmontagem de certas partes. E, para o procedimento de manutenção das quadras, deve-se evitar os períodos de chuva e aguardar as férias dos estudantes para compor uma agenda de reparos e verificações completas.

A ausência de manutenção nos equipamentos externos das quadras poliesportivas podem ocasionar acidentes em diversos níveis de gravidade. Para aumentar a segurança e o conforto dos alunos que frequentam e praticam esportes, “o responsável pela área de lazer pode estabelecer um procedimento de manutenção de rotina adequado, levando em consideração as instruções dos fabricantes e as condições locais que possam influenciar na frequência das inspeções necessárias. O procedimento deve incluir uma lista dos elementos cuja manutenção seja necessária, bem como conservar um registro de todas as ações empreendidas em relação à gestão de segurança e manutenção da quadra”, ressalta a arquiteta.

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.