Março 30, 2016

GEduc 2016: Congresso tem início com presença de ilustre Maestro e Educadores de todos os ciclos

Publicidade

Convex – Banner de conteudo

Por: Flávio Gama

A 14° edição do mais renomado congresso de gestão educacional da america Látina, GEduc, teve início no dia 30 de março no Hotel Maksoud Plaza com uma palestra Magna do renomado Maestro brasileiro, João Carlos Martins. Com o tema: Superando Desafios, o Maestro contou um pouco de sua trajetória e em momento aberto a perguntas foi ovacionado ao concluir que Educação é o início de tudo.

“Me sinto lisonjeado com toda essa atenção e para mim é uma honra estar em um evento como esse,a educação me trouxe para onde estou hoje”, respondeu o músico que atualmente é um dos mais conhecidos e respeitados dentro do cenário da musica clássica brasileira.

Em uma espécie de abertura para a palestra de Mario Sergio Cortela, o palestrante Rodrigo Calvo Galindo, atual CEO grupo Kroton Educacional, contou brevemente a sua trajetória, desde sua criação por pais educadores até a criação da primeira instituição privada do Mato Grosso, que viria a se tornar a primeira universidade federal local.

A gestão administrativa e financeira é algo crucial para o crescimento e funcionamento das instituições privadas, segundo o empreendedor, e a crise é um período que dificulta, entretanto não impede o estabelecimento e cumprimento de metas maiores.

Mario Sergio Cortella, fiósofo e educador, vê a crise como uma espécie de componente de purificação para se sobresair, e afirma que a coragem em momentos como esse é justamente a capacidade de enfrentar esses medos.

Em sua palestra de mais de uma hora de duração com o tema “Da Oportunidade ao Êxito”, ele frisou na importância de não temer os momentos difíceis que possam surgir dentro da gestão da instituição, mas sim fazer como Paulo Vanzolini em sua música “Volta Por Cima”: Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima.

“Não existe gente com sorte, existem pessoas com coragem. A sorte segue a coragem”, afirmou o filóso que finalizou sua participação no Geduc 2016 sendo ovacionado de pé pelos que o assistiam.

Pautas como ensino básico\técnico e ensino superior também foram abordadas em palestras com profissionais específicos de cada ciclo. No painel ‘Por que temos que construir uma nova escola?”, a pedagoga Sonia Barreira contou um pouco da experiência na conhecida Escola da vila, instituição pioneira no ensino construtivista. Desde a estrutura de ensino a gestão educacional infantil foram levantados questões, contando também com discussões acerca da era digital no ensino, assunto que se tornou mais abrangente com a participação de Claudio Sassaki, co-fundador da Geekie, empresa especializada em inovação e tecnologia nas escolas.

Segundo Sassaki, a escola deve se adaptar aos novos meios de se comunicar, porém não deve se esquecer de que os educadores não veem o mundo como ele é, mas sim como eles próprios são. “A educação deve ser mudada por nós, sobretudo.”

Ao mesmo tempo acontecia um talk show com tema “O custo do processo regulatório para as pequenas IES – como superar os obstáculos?”, com mediação do Dr. Gustavo Monteiro, atual Consultor Jurídico da associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior – ABMES .

O primeiro dia de congresso se encerrou com talk shows e painéis que articulavam assuntos de grande interesse para maior parte dos  mais de 400 congressistas que participarão do congresso esse ano, desde a crise no FIES(Fundo de Financiamento Estudantil) e as novas opções de recursos para financiamento do Ensino superior até a busca da excelência pedagógica frente a resultados: rankings, vestibulares e ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio)

Cerimônia de Premiação do PNGE 2016

Ainda no primeiro dia da 14º edição do GEduc ocorreu a Cerimônia de Premiação do PNGE 2016- Prêmio Nacional de Gestão Educacional & Prêmio Gestos Educacional do Ano.  A premiação já é bem conhecida entre os educadores e foi organizada pela HUMUS.

Os cases vencedores desse ano ainda serão discutidos no IV Colóquio de Práticas Bem Sucedidas em Gestão, além de ficarem expostos durante os três dias de evento. Abaixo seguem os vencedores de 2016:

GESTÃO

(OURO/E.S)Kroton- Implementação de uma plataforma para crescimento sustentável

(PRATA/E.S) UNIVALI- Programa de Formação Continuada – UNIFORMA – O essencial é trilhar

(OURO/E.B) Certus Colégio Regular e Técnico- Projeto Oficina

(PRATA/E.B) Colégio Farroupilha- O novo site e aplicativos do Colégio Farroupilha na comemoração dos seus 128 anos

RESPONSABILIDADE SOCIAL

(OURO/E.S) Faculdade Católica Rainha do Sertão- Promoção da Saúde e daCidadania nas comunidades Cafundó e Escondido no Sertão do Ceará: Um cenário para a aprendizagem significativa da Responsabilidade Social

(OURO/E.B) Colégio Farroupilha- Doar tempo para ajudar as pessoas: o Colégio Farroupilha e a plataforma Social Funding

(PRATA/E.B) Colégio Presbiteriano Mackenzie Tamboré- Maneiras de se interagir com as diferenças

GESTÃO ACADÊMICA

(OURO/E.S)  UNIS- BSC adaptado ao SINAES para gerenciamento dos objetivos e metas da IES

(PRATA/E.S) UNIFEOB-   Projeto de Práticas Bem Sucedidas em Sala de Aula

(OURO/E.B) Colégio Farroupilha- Escola de Professores Inquietos: transformação por meio da educação

(PRATA/E.B) Centro Literatus- Núcleo de EmpregueHabilidades

Para o Prêmio Gestor Educacional do Ano, no segmento do Ensino Básico, o vencedor foi o Diretor do Colégio Sagrado Coração de Maria, Prof. Amaro Luiz Santana de França. Representando a Educação Superior, o vencedor foi o Prof. André Lemos Araújo, Diretor dos Pilares Estratégicos da Universidade Potiguar.

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.