junho 15, 2016

Educação financeira transcende barreiras

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Desde quando descobri que a educação financeira mudava vidas, coloquei como missão pessoal disseminá-la. E uma das primeiras conclusões que tive era que ela seria mais eficaz se todos tivessem a chance de aprender ainda na fase infantil. Por esse motivo, desenvolvi um programa de educação financeira para escolas, que já está em mais de 1500 escolas em todo o país.

O tema se mostrou tão importante que sua aderência foi crescendo cada vez mais, atingindo pessoas de todas as idades e classes sociais, desmistificando uma série de tabus que envolvem esse universo financeiro. Um dos exemplos que tenho muito orgulho em contar é a parceria com a Vila Sésamo, por meio da qual alunos de escolas públicas de São Paulo, com idade entre 3 e 6 anos, e seus familiares estão sendo educados financeiramente. A iniciativa é realizada em 10 países.

A intenção é fazer com que as pessoas passem a tomar decisões financeiras inteligentes e conscientes, afinal de contas, o cenário instável, inflação e desemprego em alta e os índices de endividamento e inadimplência da população somente provam o quanto esse conhecimento é cada vez mais necessário.

Para as crianças, as informações são transmitidas de maneira lúdica, por meio de linguagem apropriada e atividades e exercícios de acordo com a realidade de cada faixa etária, promovendo uma reflexão do uso dos recursos financeiros. Como num efeito cascata, as crianças são educadas, o que atinge indiretamente os professores e diretores da escola, os pais/responsáveis e, assim, toda a comunidade. A inclusão da família é primordial para um resultado mais eficaz.

Os adultos também recebem informação por meio de palestras e oficinas sobre fortalecimento financeiro, reaprendendo a ter objetivos de vida, a se planejarem e conscientizarem sobre controle e administração do dinheiro, que reflete positivamente em todos os envolvidos no processo.

Outra ação que vale a pena ressaltar é a Semana Nacional de Educação Financeira (ENEF) – realizada pelo governo, que, neste ano, ocorrerá entre 16 e 22 de maio – do qual também tenho o prazer de participar, por meio da iniciativa com a Vila Sésamo, levando esse conhecimento para o maior número possível de pessoas.

Serão promovidos uma série de encontros presenciais com cuidadores e familiares, além de hangout com facilitadores do projeto e encontro com agentes de engajamento comunitário. Todas essas atividades fecham um ciclo importante para que a disseminação da educação financeira se faça de maneira eficaz, auxiliando as milhões de pessoas a transcenderem as barreiras do desconhecido, alcançando seus objetivos com saúde financeira.

Reinaldo Domingos, mestre em educação financeira, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin) e da DSOP Educação Financeira e autor do best-seller Terapia Financeira, do lançamento Mesada não é só dinheiro, e da primeira Coleção Didática de Educação Financeira do Brasil.

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.