maio 3, 2017

Conversa com o Gestor – Educação em Transformação: Metodologia Híbrida e as Contribuições Tecnológicas ao Ensino Tradicional

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Quanto à participação do gestor escolar frente ao ensino híbrido, Lilian enfatiza que o gestor e a instituição escolar têm o papel de investir na formação do corpo docente, procurando instrumentalizá-los para essa abordagem pedagógica. “É uma concepção de ensino que está se modificando, menos atrelada aos modelos tradicionais de educação. O espaço físico também necessita ser repensado para que inclua os materiais e ferramentas necessárias a essa abordagem de ensino e aprendizagem. Ressalto que não será suficiente inserir todo o aparato tecnológico no cotidiano escolar se o modo como os professores desenvolvem suas ações didáticas não forem revistos”.

 

ENSINO TRADICIONAL COM RECURSOS TECNOLÓGICOS

Puff, computador, videogame e televisão. Parece a descrição de um quarto de um adolescente ou de uma sala de estar, mas são os itens do mais novo espaço do Colégio Franciscano Sagrada Família, a sala de ensino híbrido. A ideia do colégio, localizado em Belo Horizonte (MG), é adaptar o ensino aos tempos atuais e aliar a tecnologia ao ensino tradicional, principal proposta do Ensino Híbrido. “A intenção dessa metodologia é aproximar a sala de aula do ambiente ao qual o aluno está familiarizado. É promover a motivação do aluno em aprender de uma maneira diferente. Utilizando uma linguagem que ele domina, a tecnologia”, destaca Ubiratan Nunes, Coordenador Pedagógico da instituição.

O colégio, integrante da Rede Clarissas Franciscanas, oferece uma educação integral baseada nos princípios da ética, da solidariedade e do espírito de família, trabalhando com uma proposta pedagógica contextualizada e comprometida com o saber científico e cultural. Desenvolvendo uma prática pedagógica à luz da Educação Libertadora, que preconiza a discussão dos temas sociais e políticos como forma de atuação para transformar a realidade política social, a instituição disponibiliza aos seus alunos a mescla do ensino online com o ensino presencial – promovendo a autonomia do próprio conhecimento.

“É trabalhar a personalização do ensino e da aprendizagem. Nem todo mundo aprende da mesma forma, por isso é essencial investir em novos métodos de ensino e usar os recursos tecnológicos em prol da educação. De maneira que o aluno compreenda e assimile o tema que está em debate”, diz Ubiratan. De acordo com o coordenador, não há uma forma única de aprender. “A aprendizagem é um processo contínuo. E, por isso, precisamos descentralizar os métodos de ensino e apostar em coisas novas”. Assim, o objetivo da instituição é usar o novo espaço para as aulas interdisciplinares e também oficinas de cinema, teatro, meditação, palestras e debates, onde os alunos podem sugerir temas para trabalharem com os professores na Sala de Ensino Híbrido.

O modelo do Ensino Híbrido propõe a mescla de dois modos de aprendizagem, o online e o off-line. No online, é o período em que o aluno estuda sozinho com o auxílio dos recursos tecnológicos. Já no off-line, é o momento em que o estudante desenvolve trabalhos em grupo com os professores e demais colegas da turma, valorizando o aprendizado coletivo e colaborativo. Na Sala de Ensino Híbrido do Colégio Franciscano Sagrada Família serão trabalhos em conjunto os dois métodos de forma complementar e simultânea, desenvolvendo e estimulando o pensamento crítico dos alunos.

Continue Lendo

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Comentários encerrados.