junho 12, 2017

Dica – Sustentabilidade: Cultura sustentável

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Por Rafael Pinheiro

Quando pensamos no termo sustentabilidade algumas definições projetam em nosso consciente de forma singular. E, nas últimas décadas, a urgência do discurso da sustentabilidade ganhou força em todos os aspectos, envolvendo a relação e interferência do homem no meio ambiente, seu desenvolvimento social e a promoção de uma educação pautada pela sustentabilidade – ou para um futuro sustentável.

Tendo a educação como ponto de partida para a conscientização e desdobramentos participativos e sociais de amplas e variadas ações, é possível estabelecer um diálogo através de uma cultura da sustentabilidade, como propõe Valentin Fernandes, Diretor Geral do Colégio Marista Arquidiocesano (SP): “Na situação de hoje não há outra saída além de termos uma cultura de sustentabilidade. É uma necessidade, uma obrigação. Aqueles que não têm uma cultura de sustentabilidade terão que criá-la e aqueles que têm terão quem ampliar. O planeta precisa desse olhar”.

De acordo com o diretor, fomentar essa cultura ao longo do processo escolar, é uma perspectiva válida, bem como trabalhar projetos/ações e incorporá-las na agenda de cada instituição. Um exemplo de prática real, possível e diária, conta Valentin, é o projeto “Saber Cuidar” do Colégio Marista Arquidiocesano, sendo que um dos eixos é a sustentabilidade. O objetivo macro do projeto é implementar um processo educativo capaz de fazer emergir ações processuais e contínuas que colaborem para a sustentabilidade do planeta e de todas as espécies que nele habitam.

“Promover coletivamente a educação ambiental para a sustentabilidade no que se refere à preservação da esfera da vida biológica e no que diz respeito à esfera da vida social, na qual se encontram as relações humanas e suas interferências no ciclo de vida de todos os seres também faz parte desse programa contínuo e permanente”, ressalta Valentin.

No dia 05 de junho é comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente, instituído em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em Estocolmo. Assim, a partir desta data, há uma preocupação em integrar esferas da população, além de alertar sobre os problemas ambientais e possíveis ações envolvendo a preservação dos recursos naturais.

Para comemorar a data, neste ano o Colégio Marista Arquidiocesano lançará a Ação Gestão de Resíduos – o colégio tratará do lixo com responsabilidade e intensificará a coleta seletiva a partir de compra de lixeiras e de maquinário. “Teremos uma composteira para transformar o lixo orgânico em adubo. A ação vai contar com a participação de 100% da Comunidade Escolar (alunos, educadores, famílias). Estamos há dois meses em fase de formação de docentes e no dia 5 de junho a gestão de resíduos será lançada oficialmente. Estamos em uma escola que tem abraçado a cultura de sustentabilidade e se empenha para que todos se envolvam nos projetos que fazem alusão ao tema”, finaliza Valentin. (RP)

Continue Lendo

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Comentários encerrados.