junho 30, 2017

Você sabe o que é uma escola bilíngue?

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Por Carina Gonçalves

Com a necessidade de dominar um segundo idioma, muitas escolas se apropriaram do título de “bilíngue” em seus logos e cartazes para atrair mais pais e alunos, mas, muitas delas na verdade não chegam perto do que é uma escola bilíngue de verdade. Neste texto, gostaria de enfatizar algumas características básicas sobre o que é uma escola bilíngue de outra que não é.  Para isso, indicarei alguns exemplos verdadeiros para ilustrar a matéria, sem citar nomes de escolas, pois a intenção não é fazer propaganda e sim esclarecer dúvidas.

O que é uma escola bilíngue:

Uma escola bilíngue pode ser denominada com este título quando adota em seu currículo o segundo idioma, não somente nas aulas de inglês ou de outro dialeto, mas que o utilize em todas as situações rotineiras dentro do ambiente escolar. Por exemplo, em uma escola bilíngue os funcionários se comunicam com as crianças no idioma proposto pela instituição, assim como outras aulas também devem ser (ciências, geografia, etc. – exceto português). Quando a escola não oferece um programa completo que atenda estas características, podemos chamá-las de escola de imersão ao segundo idioma. Vou explicar melhor. Uma escola de imersão possui, por exemplo, em sua grade, aulas curriculares de inglês (mais utilizado) em determinado momento do dia. Os alunos vivenciam todas as aulas no idioma em português e têm uma aula diária de inglês, que não interfere no conteúdo das demais. Como dica, é importante que a escola se identifique com a nomenclatura de escola de imersão e não como bilíngue para não ter problemas judiciais e constrangimento com os pais.

Os valores:

Outro ponto fácil de identificar uma escola bilíngue de outra que não seja são os valores das mensalidades, que possuem diferenças consideráveis. Enquanto, por exemplo, o valor de R$ 2500,00 mensais refere-se as aulas do ensino fundamental bilíngue, uma escola de imersão ao inglês pode ser encontrada pela metade do preço ou até menos. O que muda: a qualidade e avanço no domínio de inglês.

Qualidade de ensino bilíngue:

Rotular uma escola ou mesmo dar notas para ela sem ter o domínio ou competência para tal é muito arriscado. Vale dizer que a qualidade de ensino pode ser medida de acordo com os resultados apresentados pelos alunos. Também, é importante dizer, que as crianças são o termômetro do que é bom ou ruim no ensino bilíngue proposto, pois se após seis meses ou um ano de estudos em dois idiomas o aluno não conseguir formar frases ou identificar símbolos, é interessante refletir sobre o que está indo bem ou não. Faça avaliações com os profissionais também, além das crianças. Desta maneira será mais fácil garantir o padrão de qualidade da sua instituição e evitar erros sobre ser ou não bilíngue.

Continue Lendo

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Comentários encerrados.