agosto 8, 2017

Dica – Aula em 3D: Ensino dinâmico

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Atravessamos uma era tecnológica. E, dessa afirmação, não há dúvidas: ferramentas, aplicativos e aparatos dinâmicos e digitais estão em todos os lugares, inclusive (e principalmente) na base da formação social – a educação. “A tecnologia veio para ficar e com ela uma oportunidade incrível de revolucionar a educação, tornando-a mais atrativa e dinâmica”, diz Renata Valéria Lopes, master coach empresarial e especialista em tecnologia.

Nos processos internos das instituições escolares, a adesão por propostas pedagógicas que exploram caminhos tecnológicos em suas práticas, aumentou consideravelmente. Há, no mercado educacional, uma gama gigantesca de aplicativos e ferramentas facilitadoras que compreendem todos os setores da escola – da gestão à sala de aula – proporcionando, assim, experiências marcantes e significativas no elo com o aprendizado.

Pensando, em especial, na utilização de aula em 3D, Renata nos conta que uma das vantagens desse recurso é a oportunidade de explorar a interatividade na demonstração de um assunto. “Antes, a descrição de um fenômeno ou ainda de uma figura, era ilustrada de forma simples com um desenho a giz. Outra coisa é conseguir visualizar isso de forma tridimensional e ainda dar movimento ao assunto explicado”.

Nesse aspecto, o método visual, aliado aos componentes tecnológicos, conseguem instigar um conceito lúdico, aproximando o ensino da realidade de inúmeras crianças ávidas por dinamismo e fluidez, culminando em desenvolvimentos positivos.

“Um estudo realizado pela empresa americana ‘Texas Instruments’ que utilizou a tecnologia 3D nas salas de aula de sete países (Reino Unido, França, Alemanha, Itália, Turquia, Holanda e Suécia), revela um aumento de 46% na participação dos estudantes; e de 34% nas qualificações dos testes utilizando a projeção em 3D”, ressalta Jonas Godoi Martim, diretor comercial de uma empresa especializada em cinema e educação.

Segundo Jonas, as inovações tecnológicas e os novos paradigmas oriundos da reestruturação produtiva desencadeiam, por conseguinte, a necessidade de se incorporar o uso de ferramentas tecnológicas no processo de formação humana. “A escola, como um dos espaços mais privilegiados de discussão, produção e construção do conhecimento, deve oportunizar aos seus profissionais e estudantes o uso das ferramentas tecnológicas disponíveis no ambiente escolar, visando dinamizar e intensificar o processo de ensino e aprendizagem”. Dessa forma, oportunizar novas experiências é uma maneira de desvendar abordagens diferenciadas e estratégias de ensino que rompem o tradicionalismo, além de garantir outros sentidos ao aprendizado. (RP)

Saiba mais:
Jonas Godoi Martim – contato@cine3d-educativo.com.br 

Renata Valéria Lopes – renata.lopes@tecnologiahumana.com

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Comentários encerrados.