setembro 10, 2017

Dica – Acessórios (tapetes, lixeiras, produtos de limpeza): Limpeza na Escola

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Dentre os principais pilares que sustentam e compõem as estruturas físicas de uma instituição escolar, assim como sua manutenção cotidiana e o cuidado com o alto teor de circulação é, sem dúvida alguma, a limpeza.

Segundo pesquisas da ISSA (International Sanitary Supply Association), entidade norte-americana parceira da Abralimp, indicam que uma limpeza eficiente pode reduzir até 80% a probabilidade de propagação de vírus comuns, como o da gripe. A pesquisa também constatou que um ambiente coletivo limpo, como o de escolas, reduz a incidência de doenças respiratórias (24%), de visitas aos consultórios médicos (34%), de uso de antibióticos (24%), influenciando também na redução do índice de absenteísmo (46%).

A limpeza, conta Paulo Peres, vice-presidente executivo da Abralimp (Associação Brasileira do Mercado de Limpeza Profissional), tem impacto direto na saúde dos ambientes e, portanto, na saúde e no desempenho dos alunos. “Principalmente quando tratamos de ambientes infantis, pois nas crianças os impactos são sempre maiores. Assim, é fundamental o uso de processos adequados nas escolas”.

Dessa forma, os processos de limpeza que devem ser utilizados pelos gestores escolares “são os mesmos que em outros ambientes fechados, pois todo ambiente necessita ser saudável. Mas devem ser observadas as especificidades relativas à frequência e escolha dos produtos e equipamentos em função do uso e configuração arquitetônica de cada ambiente”, diz Paulo.

Por conta da alta e constante circulação de pessoas, a frequência da higiene e conservação de uma instituição de ensino é alta. Para um melhor aproveitamento das funções e maximização dos resultados, é preciso dimensionar quais equipamentos e produtos químicos possuem capacidade adequada para cada necessidade e, ainda, garantir uma mão de obra qualificada para operação dos equipamentos, acessórios e produtos.

“Equipamentos que fazem limpeza a vapor, aspiradores que são mais silenciosos, acessórios como mops úmidos e secos, propiciam benefícios como a otimização de tempo na realização das tarefas e a redução do desgaste físico dos profissionais”, explica. Porém, alguns cuidados relativos à segurança são imprescindíveis para a realização da limpeza durante o período letivo.

Durante as férias escolares, diz Paulo, o processo de limpeza deve ser intensificado. Ao invés da limpeza de manutenção, os profissionais devem utilizar equipamentos para uma limpeza profunda, como enceradeiras, lavadoras automáticas, lavadoras de alta pressão, varredeiras automáticas, extratoras, aspiradores profissionais. “Já durante o período letivo as atividades passam a ser muito curtas entre um período e outro e por isso são usados produtos mais leves e eficazes como detergentes, desinfetantes e limpadores multiuso”, esclarece. (RP)

Saiba mais:
Paulo Peres – abralimp@abralimp.org.br

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Comentários encerrados.