outubro 18, 2017

Conversa com o Gestor: Especial CRESCER – 13º Congresso e 4ª Feira Educacional

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

Além do ciclo de palestras, esta edição do evento contou com a 4ª Feira Educacional, com diversos expositores apresentando soluções e novidades para as escolas. Dentre os estandes, destacamos: Metadil, FTD Educação, Argus Studio, Bernoulli Sistema de Ensino, PH Sistema de Ensino, Eleva Plataforma de Ensino, Cozinhando na Escola, Escola da Inteligência, BrinQi, Filho Sem Fila, Mynetworks, Rabbit Digital, Porto Seguro, Styllo, Mackenzie Educacional, Instituto Eduardo Shinyashiki, Universitário Sistema Educacional, entre outros.

GESTÃO DE DESCONTOS
Christian Rocha Coelho, Diretor de conteúdo do Grupo Rabbit, explorou em sua fala um tema recorrente nas instituições escolares: os pedidos de descontos que, segundo o palestrante, tornou-se “epidêmica”. “Ao se deparar com a falta de dinheiro da população devido à recessão econômica, a cultura da barganha tornou-se epidêmica. Os pedidos de descontos se transformaram em chantagens explícitas. É comum os colaboradores das escolas escutarem: ‘se não me der um desconto eu vou mudar de escola’; ‘a escola X me deu 30% de desconto, o que você pode fazer para que eu matricule meu filho?’”.

Assim, localizando alguns fatores que levam a solicitação dos descontos, como comparação entre as escolas, necessidade, desconto emocional e desconto compulsório, Christian indica que, o principal ponto para reduzir o desconto na mensalidade é: acredite em você e na sua escola. “Se os próprios integrantes acham a escola cara, quem são os clientes para duvidar?”.

Nesse caso, para que todos acreditem na marca da escola é preciso conhecê-la, demonstrando em treinamento como deixar o institucional da escola mais forte; utilizar ferramentas de endomarketing e inbound marketing; enaltecer os aspectos positivos; e fixar mural dos elogios, são aspectos que contribuem e alimentam o institucional da escola e que podem ser mencionados em conversas pessoais, principalmente no momento de pedido de descontos. “Deve haver uma valorização da escola e ela deve ser feita de cima para baixo. É preciso acreditar e lembrar de expressar essa valorização toda semana”, ressalta.

Eduardo Shinyashiki

COMPETÊNCIAS SOCIEMOCIONAIS
Eduardo Shinyashiki, escritor, consultor organizacional e presidente do Instituto Eduardo Shinyashiki, abordou em sua palestra intitulada “Estratégias vencedoras, atitudes e ações que transformam desafios em conquistas”, os conflitos que surgem da ausência das competências.

“O grande desafio, quando adotamos uma escola, é que os professores se apropriem de competências e façam com que eles dominem essas áreas, ou seja, competências pessoais, sociais, cognitivas e produtivas. Para que ele possa ser referência para os pais e para os alunos, uma referência de recursos e não simplesmente de conteúdos”.

Por Competência Pessoal (Aprender a Ser): autoestima, autoconfiança, inteligência emocional, auto eficácia e responsabilidade; Competência Social (Aprender a Conviver): valores humanos, comunicação, relacionamento, colaboração, viver a diversidade, trabalhar em equipe; Competência Cognitiva (Aprender a Aprender): reflexão, agilidade, pensamento crítico, raciocínio, abertura, viver as soluções; Competência Produtiva (Aprender a Fazer): criatividade, iniciativa, determinação, inovação.

Continue Lendo

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Comentários encerrados.