novembro 23, 2017

Conversa com o Gestor – Efeitos & Afetos: Estados Socioemocionais na Interação Escolar

Publicidade

Convex – Banner de conteudo

Simone Alves Freitas Dias, professora do Colégio Marista Arquidiocesano (SP)

“Um exemplo de ajuda no processo ensino-aprendizagem são as aulas de orientação de estudos, nas quais buscamos mostrar aos alunos a sua capacidade de vencer os desafios, mostrando diferentes formas de estudar as diversas disciplinas, ou seja, técnicas de estudo que poderão auxiliá-los a ter melhores resultados nas avaliações. O atendimento individual também é priorizado, pois a orientação para atender as necessidades específicas do aluno traz mais conforto e confiança para eles”, conta Simone Alves Freitas Dias, professora do 8º ano do Colégio Marista Arquidiocesano.

No que tange às relações, principalmente aos conflitos, há um auxílio no que diz respeito ao trabalho com o bullying. “Por meio da análise de alguns casos, colocamos em discussão a necessidade de procurar orientação de um adulto próximo, de um colega ou de alguém de confiança para ajudar na resolução de seus problemas, tudo dentro do que é permitido em sala de aula ou em um atendimento individual”, cita a professora.

 

No Colégio Nossa Senhora das Dores, temos a ONU Jovem – Simulação das Nações Unidas, protagonizado pelos alunos do Ensino Médio, que se dividem em comitês e discutem temas da atualidade. Neste ano, quinta edição do evento, foram discutidos temas como: guerras internacionais, violência contra a mulher, corrupção, entre outros assuntos. Além de vivenciar o ambiente diplomático, aprimorar habilidades como negociação, argumentação, oralidade e liderança, os estudantes têm a possibilidade de desenvolver suas habilidades socioemocionais, uma vez que passam por situações de estresse, pressão, cobranças, entre outros.

O projeto Arte e Sentimento, desenvolvido com as crianças do período complementar (integral), também é uma mostra de como trabalhar as habilidades socioemocionais por meio das manifestações artísticas e culturais. O colégio também outras atividades culturais, como o Espaço Musical do CNSD que oferece o Canto Coral Infantil e aulas de violino. Utilizando da música como ferramenta educativa e transformadora da sociedade, pois cantar ou tocar um instrumento exige um complexo trabalho sob os aspectos mental, intelectual e também emocional. E são ativadas áreas dos dois hemisférios cerebrais, o que contribui para o desenvolvimento das potencialidades dos indivíduos em diversos âmbitos do conhecimento”, conta Anna Paula Jorge Jardim, Psicóloga, Psicopedagoga e vice-Diretora do Colégio Nossa Senhora das Dores, de Belo Horizonte (MG).

 

PROJETO DE VIDA

Leo Fraiman, psicoterapeuta e criador da metodologia

Conectada com os novos desafios da educação, das transformações sociais e do mundo profissional a FTD Educação, em parceira com a OPEE (Orientação Profissional, Empregabilidade e Empreendedorismo) lança a Coleção Empreendedorismo e Projeto de Vida, proposta pedagógica que tem como objetivo contribuir para o autoconhecimento de crianças e jovens e orientá-los em suas escolhas pessoais e profissionais.

Continue Lendo

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Comentários encerrados.