fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Dica – Programa Bilíngue: Inovação no Ensino

Matéria publicada na edição 118 | Maio 2016 – ver na edição online

Por Rafael Pinheiro

O conceito de globalização adentrou espaços sociais, culturais, econômicos e, por consequência, educacionais. A evolução da educação instaura programas pedagógicos que alimentam o estudo e aprendizado de uma segunda língua, bem como o descobrimento de novas culturas. O ensino bilíngue aponta dimensões incalculáveis para a educação com um crescimento notável pela promoção de uma língua estrangeira.

Normalmente, o ensino de uma língua estrangeira – tanto nas escolas da rede pública, como no ensino particular, aparece em três formas: como parte integrante do currículo pedagógico, trabalhando com o conceito de escola bilíngue; como atividade extra nas escolas; ou como programas bilíngues específicos para escolas, modelo que começa a ganhar adeptos progressivamente.

Ulisses Cardinot, CEO de uma empresa especializada em educação bilíngue, afirma que a exposição a duas línguas estimula o aumento do número de conexões cerebrais melhorando o raciocínio lógico e a criatividade das crianças. E, a partir dessa perspectiva, a adoção de um programa bilíngue proporciona benefício inclusive para as escolas já consolidadas no mercado, “pois permite aliar à tradição um método singular no mercado, respondendo de forma rápida, confiável e efetiva à forte pressão existente hoje pelo ensino bilíngue”.

Em busca de propostas educativas inovadoras que atendam às especificidades do desenvolvimento cultural e tecnológico de seus alunos, a Escola Bosque, localizada na região sul da capital paulista, reafirmou seu pioneirismo ao adotar o programa de ensino bilíngue em sua unidade. “Por mais que as escolas tenham know-how em sua área de atuação, um programa bilíngue possui características específicas que devem ser orientadas e conduzidas por profissionais da área”, diz Sílvia Scuracchio, diretora pedagógica da Escola Bosque.

Segundo a diretora, o sucesso na implementação do programa, assim como a transparência com que o projeto foi tratado com os pais e alunos da instituição, que puderam avaliar a qualidade da proposta, seu alcance e os benefícios que proporcionam, são características evidentes que trouxeram uma perspectiva inovadora em relação ao currículo pedagógico da escola.

“Os alunos adoram o programa. É fascinante testemunhar como eles estão motivados e o principal, permaneceram motivados no decorrer de todo o ano letivo. Se considerarmos que as aulas são ministradas logo após o período regular, num momento em que os alunos já estão mais cansados, e mesmo considerando períodos intensos como o final de semestre ou de ano letivo, notamos que a motivação e alegria dos alunos para frequentar as aulas bilíngues foi constante. Os pais também nos deram este retorno, confirmaram que as crianças adoraram as aulas bilíngues”, completa. (RP)

Saiba mais:

Escola Bosque – [email protected]

 

 

 

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!