Guia para Gestores de Escolas

Educadores Inovadores: não somos poucos, só estamos desconectados

Tenho encontrado cada vez mais escolas com iniciativas inovadoras, fato importante neste momento de transformação que a educação se encontra. Seja por meio da revolução tecnológica, do estudo da BNCC (Base Nacional Comum curricular), ou da reformulação da proposta pedagógica como um todo, as escolas estão se mobilizando em busca de atualização e novidades.

Uma pesquisa realizada pelo Centro Regional de Estudos para Desenvolvimento da Sociedade da Informação (Cetic.br), realizada em 2018, aponta que 70% dos professores até 30 anos estão engajados em saber mais sobre o uso das tecnologias em novas práticas de ensino. Em proporção parecida, 68% são professores entre 31 e 45 anos, e 60% deles têm acima de 46 anos.

A facilidade que os professores mais jovens têm em navegar pelos recursos digitais refletem seu interesse em levar essa experiência para os alunos. Apesar da busca pela renovação reduzir com o aumento da faixa etária, os docentes querem inovar suas aulas para se aproximarem dos educandos e deixarem o aprendizado mais interessante.

Esse movimento é extremamente importante para o alinhamento entre a linguagem da escola e das crianças e adolescentes, favorecendo a aprendizagem e tornando o ambiente escolar no lugar onde todos queiram estar.

Por decisão da mantenedora, uma escola na zona Sul de São Paulo abandonou de vez o modelo tradicional de ensino e reestruturou seu currículo tendo como referência o sociointeracionismo. Os pais apoiaram a ideia e se sentiram mais seguros ao perceber a iniciativa da instituição.

Já uma outra escola do interior de São Paulo, que estava enraizada em um sistema de ensino conteudista, decidiu refazer todo seu Projeto Político Pedagógico (PPP) baseado em Metodologias Ativas.

Desafio, insegurança, receio, tudo isso faz parte do processo de mudança, mas com um planejamento bem estruturado e professores engajados, o objetivo maior minimiza as dores que surgem no caminho e, no final, ou você ganha ou você aprende!

Professores são peças fundamentais nessa transformação, são eles quem vão colocar em prática tudo o foi planejado, e o mais interessante é que em muitos casos têm surgido deles o pedido de mudança nas escolas. São eles que estão diretamente com os alunos e identificam essa necessidade da transformação no olhar. Todos estão sedentos por renovação!

Estamos por aí, espalhados, mas acreditando na transformação da educação. Desenvolvendo novas experiências, trazendo mais vida para a sala de aula, aumentando a motivação em aprender.

Você que é um educador inovador, acredite, você não está sozinho, só estamos desconectados. Que tal fazer parte de uma rede de escolas inovadoras e transformadoras? Venha… vamos juntos?!

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!