Guia para Gestores de Escolas

Microsoft aposta em tecnologia para a educação durante a 25ª Bienal de São Paulo

Participando pela primeira vez da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, a Microsoft preparou um espaço com mais de 1.500m² com uma programação pautada por experiências interativas (e significativas) com foco nos/as educadores, além de proporcionar um olhar reflexivo sobre os componentes que guiarão a sala de aula do futuro, bem como um envolvimento e aprimoramento da tecnologia nos processos educacionais.

“A tecnologia terá um papel fundamental nesse cenário e a Microsoft assumiu um compromisso com o Brasil por meio da educação e do empreendedorismo”, afirma Daniel Maia, gerente de programas acadêmicos da Microsoft Brasil. A companhia, que apresenta um compromisso com a transformação digital para a educação e com a democratização da Inteligência Artificial (IA), tem como objetivo a promoção da tecnologia como um componente na renovação dos processos de educação, sobretudo na atualidade – em que escolas-educadores vivenciam alterações permanentes, graças aos fluxos e modulações pautados pelas demandas digitais.

“Por meio de múltiplas plataformas e de recursos inovadores baseados em Inteligência Artificial e gamificação, por exemplo, há um enorme potencial de contribuição para transformar o dia a dia de professores e alunos, tornando o ensino mais dinâmico”, defende Maia. Dessa forma, a tecnologia pode acelerar o aprendizado dos alunos, além de aprimorar o currículo escolar e a experiência do ensino, levando a um envolvimento mais profundo dos estudantes, estimulando as habilidades importantes, como a criatividade e a colaboração – elementos fundamentais para a criação de mão de obra do futuro.

Experiências Interativas

Durante os 10 dias do evento, o estande da Microsoft (D020) realizará ações interativas com todos os públicos, como:

– A professora sumiu: os visitantes serão convidados a solucionar o mistério do sumiço da professora ADA (uma especialista em IA). A cada nova pista, há uma interação com a Inteligência Artificial, a fim de que as pessoas entendam como a tecnologia funciona na prática.

– Sala de Aula 2030: baseada na pesquisa “Preparando a classe de 2030”, a Microsoft traz uma proposta de uma sala de aula do futuro que irá preparar os alunos para empregos que ainda não foram criados, para tecnologias que não foram imaginadas e para a oportunidade de resolver desafios sociais e globais que ainda não foram antecipados.

– Education Experience: focado em professores e instituições, a proposta é apresentar um novo modelo de espaço tecnológico para que as escolas integrem uma nova experiência ao modelo de ensino.

– STEAM Experience: inspirado em um vídeo da BBC Learning (“Oceans our Blue Planet”), a Microsoft apresentará quatro novos planos de aulas das experiências do fundo do mar. Nesse cenário, os visitantes poderão descobrir como as correntes marítimas funcionam, como os tubarões nadam, quão fundo é o oceano e como são criados os recifes de corais.

– Espaço do Saber: no auditório especial da Microsoft, diversos convidados ministrarão palestras em diferentes áreas da educação. A grade da programação está disponível no News Center da Microsoft.

A 25ª edição da Bienal Internacional do Livro de São Paulo acontece de 03 a 12 de agosto, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, localizado na região norte da capital paulista. Para saber mais sobre o evento, acesse: bienaldolivrosp.com.br

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
Fale conosco!