Guia para Gestores de Escolas

A comunicação e o uso das tecnologias na Educação Infantil

A forma de se comunicar não só com as crianças, mas também com pais e responsáveis, requer uma atenção especial na Educação Infantil. Com as crianças, por exemplo, a comunicação precisa ser ampla para que elas consigam manifestar suas linguagens, ideias, sentimentos, criatividade e a imaginação.

É comum vermos crianças que já sabem acessar a internet, usar computador, smartphone, tablet e outras ferramentas tecnológicas mesmo antes de aprender a falar, isso porque vivemos em um mundo onde as novas gerações entendem as tecnologias como algo natural. Os chamados nativos digitais já nascem com a tecnologia fazendo parte do seu dia a dia.

As tecnologias digitais permitem às crianças uma nova forma de interação. Já para os responsáveis, que ficam superansiosos para saber como estão as crianças na escola, a tecnologia se mostra como uma boa solução para facilitar a comunicação e acompanhar a rotina escolar.

 

Como se comunicar com as crianças 

Desde o nascimento, as crianças participam de situações comunicativas cotidianas com as pessoas com as quais interagem. As diversas interações com os pequenos possuem um papel muito importante na consolidação da aprendizagem.  É preciso fazer com que a criança interaja com o mundo, com o conhecimento, com os responsáveis, com o digital, etc.

Todas essas formas de interações vão ajudar as crianças a se desenvolverem melhor. Por isso, é importante proporcionar múltiplas interações, de preferência acompanhadas das brincadeiras que acabam se tornando uma forma lúdica de ensinar.

 

Como se comunicar com as famílias 

A comunicação eficiente entre responsáveis e escola é essencial para a aprendizagem  dos alunos na Educação Infantil. Quando bem aplicada, ela pode ajudar no desenvolvimento do aluno, reduzir conflitos e aproximar ainda mais os responsáveis do ambiente escolar, melhorando assim o engajamento educacional.

A educação é um processo misto que compreende todas as práticas vistas em casa, na escola e na sociedade como um todo. É um trabalho em conjunto, onde todos têm o mesmo objetivo: cuidar e educar as crianças, proporcionando um ensino de qualidade, onde elas possam crescer, vivenciar as evoluções do mundo e se tornar cidadãos conscientes. Por isso, é preciso saber como manter uma boa relação entre escola e família.

Cada vez mais as instituições de ensino estão em busca de novas formas de se comunicar com os responsáveis e utilizam a tecnologia como auxílio. Uma soluções mais utilizadas são aplicativos de comunicação escolar.

O aplicativo da Agenda Edu, por exemplo, facilita e aproxima a comunicação entre escolas e famílias. Nele, a escola envia mensagens em tempo real para os responsáveis, informa sobre o dia a dia da criança, alimentação, banho, soneca, lição de casa, comportamento e muito mais! Tudo para deixar a comunicação mais eficiente e aproximar a família da rotina escolar.

 

Benefícios das tecnologias para as crianças

Aliada a educação, a tecnologia pode trazer bons resultados, ajudando no processo de aprendizagem e desenvolvimento das crianças. As tecnologias digitais permitem um maior acesso à informação, o contato com novas linguagens e aproxima o conteúdo de ensino às novas gerações. Listei outros exemplos, confira!

 

  • Estimula a aprendizagem

As ferramentas digitais estimulam as crianças a quererem descobrir cada vez mais. Imagens, músicas, jogos, cores, tudo isso faz com o que a criança desenvolva a sua imaginação e a sua capacidade de absorver o conteúdo de forma lúdica.

A criança em contato com a tecnologia desenvolve uma mente mais aberta e maior capacidade de absorver informações sobre diversos assuntos.

  • Desperta a criatividade e protagonismo

Na era da tecnologia e da informação é mais que necessário criar ambientes que colaborem para o desenvolvimento da autonomia e na construção do conhecimento coletivo.

A tecnologia desperta a criatividade dos pequenos, onde eles produzem o seu próprio conteúdo. Sobre a orientação do professor, é possível que gravem vídeos, escrevam histórias e em seguida compartilhem com seus colegas de turma. Assim, é possível trabalhar o protagonismo do aluno em sala de aula.

  • Melhora a comunicação

É cada vez mais comum vermos aplicativos e jogos feitos especialmente para o público infantil que focam principalmente no aprendizado. Com o uso dessas plataformas online, as crianças começam a associar símbolos às palavras de forma mais natural e simples. Dessa forma, elas aprendem também a desenvolver melhor a sua comunicação.

 

É preciso equilibrar o uso das tecnologias

A tecnologia já faz parte da vida das crianças e proibir o seu uso seria uma forma de impedir o desenvolvimento da criança diante das evoluções do mundo. As crianças podem ter acesso às tecnologias, mas para que haja um equilíbrio é preciso tomar alguns cuidados em casa, sob a mediação dos responsáveis, e na escola, com a orientação dos professores.

É preciso também quebrar velhos paradigmas e entender que a criança é um ser que pensa, ela pode e deve desenvolver suas habilidades. A criança é protagonista, ela também é capaz de construir conhecimento.

 

Sobre o autor:
Anderson Morais é CEO e co-fundador da Agenda Edu, empresa educacional com viés tecnológico líder em comunicação nos ambientes educacionais. Empreendedor, entusiasta em educação e advogado. Há 5 anos têm se dedicado a educação, com o propósito de engajar escolas, alunos e responsáveis com interações que geram valor e fortalecem laços.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!