Guia para Gestores de Escolas

A importância de investir no ensino de redação

Os gestores e educadores já devem ter reparado que está cada vez mais difícil conseguir uma nota 1000 no Enem, e isso tem sido comprovado por meio de dados. As notas máximas eram comuns até alguns anos atrás, mas a queda no número foi se tornando expressiva até que em 2016 menos de 100 candidatos conseguiram total, mais especificamente 77, dentre os milhões de alunos que prestaram o exame. No ano seguinte, 2017, o número caiu ainda mais: só 53 candidatos conseguiram a nota máxima.

QUAL É A EXPLICAÇÃO PARA ISSO?

O Enem foi criado, em 1998, com o objetivo de avaliar a qualidade da educação do país, sendo aplicada aos alunos do ensino médio para ajudar o governo a elaborar estratégias e políticas de melhoria do ensino por meio dos parâmetros e diagnósticos tirados do desempenho desses estudantes. A abrangência foi tamanha que hoje o Enem é considerado o maior vestibular do país, pois tornou-se a principal porta de entrada para o ensino superior em instituições pública e privadas do Brasil.

Devido à sua importância como método avaliativo no país, o exame está sendo aprimorado a cada ano e a banca de correção está cada vez mais criteriosa.

POR QUE A REDAÇÃO É TÃO IMPORTANTE?

Os textos são meios de transmissão de mensagens e a escrita é essa ferramenta de expressão à qual todos têm o direito de acesso. Por isso, desde pequenos aprendemos a ler e a escrever, somos ensinados sobre como nos expressarmos bem por meio das palavras. A escrita auxilia a nossa capacidade de raciocínio e direciona a articulação de um discurso coerente. Essas habilidades serão cobradas dos alunos nos espaços acadêmicos e profissionais, por isso tamanha cobrança de uma boa produção textual no maior e mais abrangente exame avaliativo do país.

A REDAÇÃO NA ESCOLA

A produção de textos é cobrada durante a trajetória de ensino dos jovens. Não só nas aulas de português, a escrita está presente em praticamente todas as disciplinas, seja ela em qual modalidade for. Acontece que a redação do Enem é de um gênero específico e cobrado com suas particularidades. O tipo textual em questão é o dissertativo-argumentativo. No Enem, há uma obrigatoriedade, por exemplo, de apresentação de propostas de intervenção ao final. Bom, parece fácil, mas não é, se refletirmos que o exame tem sido exigente em sua proposta de avaliação, e caberia às escolas um curso voltado apenas para a preparação dos alunos para a escrita específica deste modelo de produção, certo?

Essa proposta tende a não ser cabível para as instituições, o que leva o mesmo professor que ministra todos os demais conteúdos da matéria de português a ter que aplicar e corrigir inúmeros textos, em mais de uma turma que possui em média 30 alunos. O volume de textos é enorme, o feedback é demorado e nem sempre tão completo quanto o professor gostaria que fosse. Isso tem comprometido o desempenho de muitos alunos no Enem, por chegarem despreparados para uma prova da dimensão como a aqui em questão.

A QUAIS RECURSOS RECORRER EM TAL SITUAÇÃO?

A gestão escolar não é uma tarefa fácil. Reorganizar toda uma dinâmica educacional para atender a determinadas necessidades demanda tempo, recursos financeiros e estratégias pensadas em conjunto. Por isso, empresas educacionais têm trabalhado para que soluções novas sejam elaboradas para auxiliar nesse processo fundamental pelo qual passa a educação. A IMAGINIE é uma dessas empresas que oferecem, por meio da tecnologia, facilidades para o trabalho do professor em sala de aula. São mais de 4.000 professores cadastros em uma plataforma virtual para corrigir os textos dos alunos em um tempo hábil e com um feedback completo. O recurso ainda oferece relatórios, para que a instituição fique por dentro do desempenho individual e das turmas em relação a outros alunos da própria escola e de outras de todo o país. Assim, cada gestor terá em mãos uma fonte de informações sobre o quão preparados estarão seus alunos para fazerem parte da cota tão escassa de notas máximas.

Você sabia?

A IMAGINIE foi responsável por 17 das 53 notas mil no Enem do ano passado!

Conheça um pouco mais sobre a IMAGINIE clicando AQUI.

Receba nossas matérias no seu e-mail

Relacionados
Fale conosco!