Guia para Gestores de Escolas

Alimentação: Bem-estar e hábitos saudáveis

A escola e seus devidos atributos compõem uma base privilegiada para o desenvolvimento pleno de todos os estudantes. Dessa forma, questões que envolvem a saúde e o bem-estar físico dos alunos são características abordadas em instituições de ensino de maneira sadia e criteriosa.

A preocupação com a alimentação saudável, que reúne todas as substâncias que o corpo necessita diariamente, tem sua origem no cotidiano familiar, estendendo, consequentemente, para o ambiente escolar – principalmente nas escolas que disponibilizam aulas em período integral.

Para a nutricionista Esdra Ferreira, do Colégio Sepam (PR), é essencial ter uma alimentação saudável em todas as fases de nossas vidas. “Na infância devemos considerar a importância da alimentação para o crescimento, formação dos órgãos, músculos, fortalecimento dos ossos e também no desenvolvimento cognitivo. É nessa fase que formamos hábitos alimentares que levaremos para a vida adulta”.

E, dessa forma, proporcionar uma alimentação saudável na escola é uma contribuição para o desenvolvimento e crescimento do aluno. “A escola tem grande importância na formação desses hábitos alimentares, visto que é onde passamos boa parte de nossa infância. Assim, estimular e envolver as crianças em uma alimentação saudável é primordial para evitarmos adultos obesos e adoecidos”, afirma a nutricionista.

O cuidado com a alimentação, bem como a promoção de boa saúde aos estudantes, é um fator importante para a estrutura do Colégio Sepam. A criação da cantina do colégio foi pautada em alimentar/gerar o bem-estar dos estudantes fornecendo uma alimentação de qualidade, além de educar seus hábitos alimentares e manter um nível elevado no desenvolvimento e aprendizado dos alunos.

O planejamento do cardápio, conta Esdra, inclui uma variedade de frutas, verduras e legumes, “para que assim possamos ter o aporte de nutrientes diversificados. Estimulamos a diversidade do consumo de alimentos por parte dos alunos”. Utilizando o mínimo possível de industrializados, incluindo opções in natura ou minimamente processados, o colégio “sempre busca fornecedores que possuam qualidade em seu ramo, trabalhem com seriedade e competência, pensando na higiene e segurança alimentar para nossos alunos”, pontua Esdra.

“Nossa cantina segue todas as exigências da Lei nº 14.855 -19/10/2005, que determina os padrões técnicos e de qualidade nutricional em escolas e colégios”, complementa Giselle Gehlen, coordenadora pedagógica da instituição. (RP)

GUIA DE FORNECEDORES

No portal da Direcional Escolas, disponibilizamos um guia completo para gestores e gestoras com o intuito de auxiliar a busca de empresas que oferecem produtos/serviços para diversas áreas das instituições escolares, tendo uma área especial para fornecedores em alimentação. Acesse: https://direcionalescolas.com.br/fornecedores/

 

Saiba mais:

Esdra Ferreira e Giselle Gehlen – [email protected]

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
Fale conosco!