fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Alimentação saudável na Escola Internacional de Alphaville

Em vez de frituras, refrigerantes e os salgadinhos, entram o pão integral, legumes, grãos e frutas. Pensando cada vez mais na qualidade de alimentos que os estudantes comem nos intervalos das aulas, a Escola Internacional de Alphaville, instituição bilíngue localizada em Barueri na Grande São Paulo, oferece uma alimentação equilibrada aos seus alunos no refeitório da Instituição. É uma das premissas da escola para cuidar do bem-estar do aluno, pois o fundamental é despertar não apenas o prazer de se alimentar, mas a consciência dos benefícios que uma boa alimentação oferece. “O aluno precisa ter consciência que alimentos mais nutritivos devem fazer parte de sua refeição diária para suprir as necessidades nutricionais e principalmente formar bons hábitos alimentares”, diz Regina Iervolino, nutricionista da Escola Internacional de Alphaville.

 As frutas acompanham o cardápio diariamente e somente uma vez na semana, há um doce como sobremesa, como por exemplo, pudim, torta de limão ou torteleta. As sementes de linhaça também não faltam no cardápio da Escola, que são fontes de ômega 3, ácido graxo essencial que auxilia na redução e controle de colesterol, triglicérides e hipertensão arterial. Para a preparação dos alimentos, é utilizado o forno combinado que preserva os nutrientes propiciando uma alimentação segura e saudável.

 A escola serve em média 1000 refeições e 1600 lanches por dia, além de serviços de desjejum de funcionários, café, coffee break e eventos. A cozinha tem uma equipe de 23 funcionários e os cardápios são planejados e balanceados por Regina, visando saúde, energia e nutrição adequada ao desenvolvimento das crianças. Todas as refeições são preparadas na cozinha da escola, que possui um restaurante próprio com equipamentos industriais adequados e necessários.

Várias estratégias são utilizadas pela nutricionista para a alimentação dos alunos, tais como:

– Substituição de alimentos gordurosos para os de baixo teor de gorduras;

– Utilização de condimentos e ervas naturais na preparação dos alimentos;

– Restrição na ingestão de sódio, reduzindo quantidade de sal usado no preparo dos alimentos;

-Técnicas de cocção saudáveis como os assados, cozidos ou grelhados;

– Estimular diariamente o consumo de hortaliças, legumes e grãos integrais e os alimentos com eles elaborados (pães integrais, cereais).

 Todas as mercadorias no recebimento são registradas em fichas de rastreabilidade e observadas as condições de transporte de alimentos e entregadores, rotulagem e embalagem, temperaturas, avaliação sensorial e teste para pescados, além de um rígido controle nas validades. “Faz parte de minha rotina como nutricionista e gerente do restaurante da Escola Internacional de Alphaville acompanhar desde o recebimento de alimentos até o produto final da refeição elaborada na escola”, pondera.

 Na unidade, a nutricionista administra treinamentos aos funcionários e normas de segurança alimentar de acordo com os procedimentos operacionais padronizados. O restaurante recebe auditorias de verificação nos procedimentos de controle de amostras de alimentos, controle de temperatura de alimentos e equipamentos, controles de validade, higiene e saúde dos manipuladores dos alimentos e controles da potabilidade da água.

 A Escola Internacional também tem uma lanchonete ao lado do refeitório, que vende salgados integrais, barrinhas de cereal e pão de chocolate. Cada turma tem um dia na semana para comprar algo por lá. “Uma vez por semana os alunos podem comprar. Eles gostam muito do pão de chocolate”, completa Regina.

 

 Perfil

A Escola Internacional de Alphaville diferencia-se por seu projeto educacional arrojado e adequado à sociedade contemporânea. Foi criada segundo as mais avançadas e eficientes conquistas na área de educação, garantindo uma formação bilíngue (português-inglês) altamente qualificada, ao preparar seus 674 alunos de 17 nacionalidades para um mundo competitivo por meio de uma visão pluralista e de incentivo às múltiplas competências e habilidades. Hoje, cerca de 15% dos alunos são estrangeiros, sendo a maioria, filhos de executivos expatriados. Dentre os projetos, aulas de empreendedorismo, aulas de educação financeira, o [email protected] Tablet Program – que alia atividades pedagógicas ao uso de iPads – e o projeto de voluntariado Janelas para o Futuro. Em 2015, foi aprovada como escola candidata IB-PYP (International Baccalaureate® World School – Primary Years Programme), um programa acadêmico fundado em 1968, na Suíça, e adotado por mais de 4.000 das melhores escolas de 148 países, que prima pelo rigor acadêmico, o método de avaliação e a ênfase no desenvolvimento pessoal dos alunos. Após o êxito em seu processo de candidatura, a Escola Internacional se juntará ao seleto grupo de 10 escolas que oferecem o IB-PYP no Brasil.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados