fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Ambiente lúdico e divertido é fundamental para evitar ansiedade e depressão

De acordo com uma pesquisa do instituto de psiquiatria da USP, 27% das crianças e jovens apresentam sintomas de ansiedade e depressão neste período de pandemia. Dos 7 mil entrevistados entre 5 e 17 anos, 1 em cada 3 tem os sintomas.

 A brincadeira é fundamental para auxiliar neste momento, ter um espaço dedicado aos pequenos, é uma alternativa para distrair a criançada. A psicóloga especialista em terapia cognitivo -comportamental, Viviane Albuquerque, afirma que o brincar possibilita às crianças o desenvolvimento saudável, tanto físico como emocional, fortalecendo o equilíbrio e a coordenação, desenvolvendo as habilidades socioemocionais-competência que ajudam a lidar com as emoções, como a empatia, o saber dividir e se socializar. “Sabemos que em função do confinamento do último ano, com a falta de atividades e socialização no futuro, as crianças podem tornar-se adultos desorganizados emocionalmente e com dificuldades de relacionamentos, por isso, é muito importante interagir e dedicar um tempo aos pequenos”, afirma.

Escola Rezende, São Paulo/SP

Para a especialista, ter um ambiente lúdico e encantador faz toda a diferença para a criançada, elas criam estórias, interagem e se divertem. “São diversos os tipos de brincadeiras e brinquedos que podem ser disponibilizados na brinquedoteca e playground, esses espaços proporcionam interação e diversão”, destaca.

Segundo Percila Paloma, gerente de marketing e novos projetos, da Nogueira Brinquedos é possível montar “mini” brinquedoteca em espaços ociosos da escola com kid play compacto, mesinhas interativas, quiosques cenográficos com temas de casinha, mercadinho, pet e outros. Há ainda opções de playground externo sob medida. “Priorizamos o desenvolvimento, a socialização e a diversão, entendemos a necessidade de interação e entretenimento entre as crianças. Nossos projetos e brinquedos são desenvolvidos para pequenos e grandes ambientes para atender as necessidades das escolas e espaços infantis de condomínios, buffet, igrejas, restaurantes e estabelecimentos comerciais”, finaliza.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados