Guia para Gestores de Escolas

CAMINHOS PARA AMPLIAR SUA ESCOLA

Por Fernanda Misevicius

Depois de tanto trabalho é hora de colher os frutos de seu sucesso e pensar em ampliar sua escola. Tal expansão pode acontecer com a abertura de uma nova unidade, com a mudança para um prédio maior ou até mesmo com a oferta de novos cursos. É o que geralmente acontece com as escolas de Educação Infantil que pretendem oferecer o Ensino Fundamental, por exemplo.

Todavia, é importante lembrar que, em qualquer caso, será necessário obter nova autorização de funcionamento junto aos órgãos competentes.

Para as escolas de Educação Infantil, tal crescimento geralmente representa a “troca de supervisão”. Isso porque a escola deixará de pertencer ao Sistema Municipal de Ensino e passará a integrar o Sistema Estadual, sendo obrigada, então, a cumprir uma “nova legislação”. Já para as demais, significará a atenção a novas exigências e obrigações.

Nesse projeto de expansão, passaremos praticamente pelas mesmas etapas da abertura de uma escola nova. Algumas serão mais simples, outras exigirão o mesmo cuidado e empenho. Mas, levantamento e análise de documentos, criação de espaço físico necessário, alteração do Regimento Escolar e Projeto Político-Pedagógico, dentre outros, serão imprescindíveis.

A grande dificuldade estará, sem dúvida, em cumular a gestão da escola já em funcionamento com a viabilização do projeto de ampliação da escola. Nesse contexto, o planejamento ganha extrema importância e saber o que é preciso para expandir sua escola torna-se fundamental.

Quais as exigências legais terei que cumprir? O que o prédio precisa ter para sediar minha escola? Quantos profissionais terei que contratar? Quais materiais terei que adquirir?

Com essas informações você conseguirá visualizar, também, o quanto precisará ser gasto para viabilizar a instituição dos seus sonhos. É nesse momento que os cortes acontecem e que os planos são muitas vezes redirecionados.

Após, entendido o que será necessário para o seu funcionamento e definido o orçamento para o projeto, podemos iniciar um planejamento – ou um checklist – com todas as ações que serão necessárias. Alterar o contrato social, reformar o prédio, solicitar alvará na Prefeitura, contratar pessoal, entre outros.

Mais uma vez ressaltamos: Todas essas decisões devem ser tomadas de acordo com a legislação educacional. De nada adianta você montar uma escola linda e não conseguir obter a autorização de funcionamento depois. Você estará apenas jogando dinheiro fora.

Assim, estude! Planeje! Conheça o Direito Educacional expresso principalmente por decretos, portarias, pareceres, resoluções e indicações dos Conselhos Nacional, Estadual e Municipal de Educação. Caso a legislação educacional se mostre confusa ou você não tenha conhecimento técnico sobre a questão, procure ajuda.

Tais cuidados impedirão que você perca tempo e dinheiro desnecessários e garantirá o sucesso dessa nova etapa.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
Fale conosco!