fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Curso estimula protagonismo social dos alunos

Jovens aprendem a pensar em soluções reais para problemas recorrentes em uma comunidade carente

Estimular o protagonismo do estudante para a resolução de problemas sociais é um dos objetivos principais do curso extracurricular de Inovação Social oferecido pelo Colégio Visconde de Porto Seguro, uma das mais conceituadas instituições de ensino do País.

Destinado a alunos de 1ª e 2ª séries do Ensino Médio, das três unidades (Morumbi, Panamby e Valinhos), o curso possibilita aos jovens estudantes acesso à Rede Internacional de Inovadores Sociais, mais conhecida pela sigla em inglês IDIN (International Development Innovation Network), apoiada por diferentes instituições no mundo, dentre elas, o laboratório D-Lab no MIT (Massachussetts Institute of Technology), a USP (Universidade de São Paulo) e a empresa especialista em inovação Caos Focado.

Ação in loco

Na prática, funciona assim: os alunos desenvolvem o protótipo de uma solução

para a comunidade de Vila Nova Esperança, próxima à Rodovia Raposo Tavares, no extremo Oeste de São Paulo. Para isso, conversam com representantes da comunidade e, diante das necessidades relatadas, pensam em soluções inovadoras. No curso realizado em 2014, os estudantes criaram uma caixa de cartas interligada a um sistema de torpedos pelo celular; botas feitas com garrafa PET e esponja de limpeza para serem calçadas sobre os sapatos na lama; e cimento misturado com borracha de pneu, que se torna térmico, para aplicação nas casas que têm chão de barro.

Ao final do curso, os alunos recebem um diploma assinado pelo líder da Rede IDIN, Kofi Taha, do MIT, pela Diretora Geral de Tecnologia Educacional do Porto Seguro, Renata Pastore, e pelo facilitador do programa Miguel Chaves, da Caos Focado.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!