Guia para Gestores de Escolas

Dica – Conhecimento além da sala de aula

Matéria publicada na edição 105 | Fevereiro de 2015- ver na edição online

Passeios, visitas monitoradas e conhecimento além dos livros: Rumo à diversão!

Por Rafael Pinheiro

 

A realidade contemporânea, à qual estamos intimamente conectados e interligados, reflete indícios de uma diminuição considerável do tempo, aumento de tarefas rotineiras, intensificação do fluxo cotidiano e um distanciamento considerável de ações simples, prazerosas e palpáveis. Essa perspectiva representa a aceleração mundial (de forma ampla e plural) e os impactos podem ser observados em todos os setores sociais, inclusive na educação.

O tradicionalismo pedagógico, composto por diversas matérias lecionadas e inúmeras horas acomodados em salas de aula, começa a abordar mecanismos para desviar desse panorama que, com o advento tecnológico e a busca incessante por um conhecimento dinâmico e diferenciado, reforçam gradativamente uma nova postura com relação ao modo de ensino e seus devidos desdobramentos.

O ato de conhecer, enraizado em experiências peculiares e coletivas, destaca uma importância que transcende as salas de aula e instaura-se no convívio coletivo, nos aplicativos e ferramentas tecnológicas, nos passeios e nas brincadeiras. “A escola precisa de renovação na forma de levar conhecimento para os alunos. Formar um cidadão que tenha a capacidade de assimilar e refletir o mundo, de maneira a atuar como mobilizador social, não é uma tarefa fácil. É necessário quebrar tabus e compreender que a atuação da escola vai muito além dos livros didáticos, provas… é levar o aluno a ser um sujeito pensante de maneira analítica e prática. Essas grandes contradições são capazes de produzir grandes estímulos”, diz Lucas Alves, produtor de arte.

Observando o conhecimento como fator central em nosso dia a dia, presente em várias esferas sociais, podemos alinhar e projetar novos rumos pedagógicos, que intensifique todo e qualquer aprendizado. Os passeios e as atividades externas propõem a ideia de um conhecimento prazeroso, fluído e intrínseco. O aluno incorpora os conceitos com maior facilidade, estimula o raciocínio, a resolução de problemas, a exploração e investigação.

Aliando a teoria desenvolvida na sala de aula com a prática nos passeios, vivenciando o que se estuda, é uma possibilidade para alavancar novos métodos pedagógicos, aproximando, cada vez mais, de práticas saudáveis e experiências peculiares. “As atividades exteriores propõem a capacidade de tangenciar os conhecimentos apreendidos em sala de aula. Estimulam a percepção de observar, ler e compreender o que é ensinado em classe, é apenas uma parte parcela do conhecimento”, afirma Lucas.

Teatro infantil, museus, monumentos históricos, fazendinhas com animais e plantações, exposições, zoológicos e parques temáticos – naturais ou de diversão, são algumas opções para a ampliação do conhecimento do aluno. Segundo o produtor de arte, as visitas monitoradas são um excelente recurso de levar o aluno a um universo ao qual ele não conhece. Elas orientam as sensações e os caminhos para que os alunos proponham as suas conexões e levem daquela proposta conhecimentos para a sua trajetória. O saldo é sempre muito positivo, principalmente nas exposições interativas – as quais os alunos tem a necessidade atuar como integrantes da narrativa.

A escolha do local é de suma importância e alguns requisitos devem ser considerados, como: local apropriado à faixa etária adequada, grau de instrução e dos conteúdos que estão sendo trabalhados; atendimento às necessidades básicas do aluno; acompanhamento e orientações por profissionais qualificados durante todo o percurso da excursão.

LOCAIS ESTRATÉGICOS

Com o intuito de explorar novos caminhos no panorama do aprendizado, selecionamos alguns locais que apresentam, ao longo do ano, uma programação rica em cultura, diversão, recreação e um vasto conhecimento. Confira:

Catavento Cultural e Educacional – O Catavento é um espaço cultural e educacional que apresenta ao público, especialmente o jovem, a ciência e os problemas sociais, de um modo atraente e participativo. O espaço é dividido em quatro sessões: Uma sobre o Universo, do espaço sideral à Terra. A segunda, a Vida, do primeiro ser vivo até o homem. Segue-se o Engenho, as criações do homem dentro da ciência. E a Sociedade, que mostra os problemas da convivência organizada do homem. Indicado para: crianças acima de 7 anos. Para saber mais, acesse: www.cataventocultural.org.br

Cidade da Criança – Localizado em São Bernardo do Campo, é um dos mais tradicionais parques de diversão de São Paulo. Ao todo, oferece 35 brinquedos eletromecânicos com destaque para o toboágua gigante, casa maluca, mini-submarino, bondinho, uma réplica da estrada Transamazônica e o avião com vôo simulado. O parque é dividido em mini-cidade, mini-região amazônica e região espacial. Indicado para: crianças acima de 2 anos. Para saber mais, acesse: www.cidadedacrianca.com.br

Aquário de São Paulo – Com mais de 3.000 metros quadrados, o espaço possui diversos aquários temáticos e espécies raras da fauna brasileira, além de pingüins e tubarões, proporcionando entretenimento e conhecimento aos visitantes, através da visualização e compreensão de diversos ambientes aquáticos. Indicado para: todas as idades. Para saber mais, acesse: www.aquariodesaopaulo.com.br

Fazendinha Estação Natureza – Área com 6 mil m², onde as crianças podem ver e brincar com vacas, galinhas, ovelha, cavalos, patos, coelhos, bode e tartaruga. Também podem alimentar os animais, andar a cavalo, passeio de charrete e plantio de semente de girassol nos vasinhos. Indicado para: crianças acima de 2 anos. Para saber mais, acesse: www.estacaonatureza.com.br

Museu da Língua Portuguesa – Conheça o Museu da Língua Portuguesa, seu ponto de encontro com a língua, a literatura e a história. Você vai descobrir muitas curiosidades sobre a língua falada e escrita. Ao invés de paredes, vozes. No lugar de obras, espaços interativos. Indicado para: crianças acima de 3 anos. Para saber mais, acesse: www.estacaodaluz.org.br (RP)

Receba nossas matérias no seu e-mail

Relacionados
Fale conosco!