fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Dica – Pisos

Matéria publicada na edição 112 | Outubro 2015- ver na edição online

Segurança em primeiro lugar

Por Rafael Pinheiro

No espaço educacional alguns critérios são avaliados para propiciar um ambiente agradável, como manutenção regular das estruturas prediais, limpeza, conservação, adequação de espaços para diferentes idades, além da preservação da segurança que, em locais com um volume intenso de profissionais e alunos, requer materiais específicos e alinhados.

A segurança escolar transcende sistemas e monitoramentos instaurando-se no processo base de uma construção: os pisos. A escolha do piso afeta diretamente a qualidade das atividades desenvolvidas e, assim, a concentração, o aprendizado, a segurança e seus desdobramentos. Atualmente, o mercado escolar disponibiliza uma infinidade de tipos de pisos que suprem necessidades deste segmento, como: resistência ao tráfego de pessoas, facilidade de limpeza e conservação do revestimento, design apropriado e facilidade de instalação e reposição.

O Colégio Cermac, instalado na região norte da capital paulista e com uma trajetória de 30 anos, criou, em 2014, o Cermac Baby – espaço dedicado a crianças de três meses a três anos. Todo o ambiente foi construído e planejado com cautela e adequação às crianças, como: chão emborrachado, sem degraus e pátio com cimento projetado para as possíveis (e inevitáveis) quedas.

Roberta Mardegam, diretora pedagógica do Colégio Cermac, indica que o primeiro procedimento adotado para a escolha do piso na unidade baby do Cermac “foi pensar em um piso que pudesse ser utilizado em um ambiente com crianças bem pequenas, que estão engatinhando, aprendendo a andar e colocando ainda as mãos no chão a todo o momento. Assim, pensamos em algo que não fosse escorregadio ou gelado e que a higienização fosse fácil e rápida”.

A preocupação do colégio em relação aos pisos e revestimentos que tangem a segurança dos ambientes é explícita e a diferenciação dos pisos está entre área interna e externa. “Como a unidade recebe crianças da mesma faixa etária, ou seja, bebês de até três anos, o piso é o mesmo, diferenciando apenas se for área interna ou externa, que receberá ou não água, além do piso do lactário, que é específico”, destaca.

A manutenção e limpeza dos pisos, fator importante para garantir a segurança e o caminhar dos alunos, é realizada diariamente, “além de uma limpeza semanal mais profunda, com retirada de resíduos e enceramento com máquinas específicas semestralmente”, explica Roberta.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!