Guia para Gestores de Escolas

Equilíbrio na Gestão Escolar

Esse é o desejo de todo gestor: equilíbrio. Estamos num ponto do ano considerado o momento “D”; recheado de decisões a serem tomadas, na hora e na medida certa. O período é o que antecede a campanha de matrículas para o próximo ano letivo. Sem dúvida, é o ponto crucial para o sucesso da gestão escolar.

“ Só é gerenciado aquilo que se mede”.  ( Kaoru Ishikawa)

Primeiramente, a análise do que se realizou para garantir a missão, envolvendo a satisfação de todos os envolvidos no gerenciamento. A abrangência é grande, porque considera-se o desempenho, por meio da comunidade escolar; ou seja, pais, alunos, funcionários, professores e a sociedade. É em busca disso que o gestor desenvolve o seu papel. Portanto, é hora de medir e analisar.

Quais foram as principais falhas?

  1. As metas estabelecidas foram alcançadas.
    Avalie os pontos principais e o resultado obtido entre o ideal e o real.
  2. Os planos de Ação são pontos vitais da organização. Eles aumentaram o desempenho da gestão.
    É fundamental que todos tenham conhecimento dos planos de Ação.
  3. O tempo é o vilão da gestão.
    As mudanças não aconteceram. A organização permaneceu na rotina, sem dinamismo.
  4. O desempenho financeiro não permitiu o desenvolvimento planejado para a gestão.
    A redução de custo é a saída para a busca do equilíbrio.}

O que fazer diante das repostas obtidas sobre a gestão da sua escola?

O primeiro passo é atualizar os participantes no processo interno sobre a análise, o status das pendências, os resultados e dificuldades encontradas.

A comunicação é muito importante para a etapa da estratégia. É nesse momento, que o gestor colocará em prática a gestão participativa, rediscutir o processo de análise, receber ideias e necessidades a partir dos dados destacados pelo grupo organizacional.

Vale lembrar que cada escola irá delimitar o alvo do que deseja, para alcançar sua meta. Além disso, para a análise da “fotografia da escola”, deve-se considerar a participação das pessoas mediante o conhecimento técnico e as opiniões. É fundamental o respeito pelos apontamentos de cada um, não só de uma área de trabalho. Na cultura organizacional, é dada a cada um a apropriação do espaço escolar. É a pessoa estar contida e ser parte do desempenho e funcionalidade da escola.

Se os resultados analisados forem satisfatórios; acentue o conhecimento e a prática para o cultivo da estabilidade ou crescimento. A bandeira da equipe precisa ser erguida e comemorada, porque o reconhecimento é a alavanca para o sucesso.

Até a próxima!

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!