Guia para Gestores de Escolas

Escolas encontram formas criativas para ensinar Matemática durante a pandemia

Com o uso do caderno de atividades digital Eduten Playground, escolas encontram solução para ultrapassar as dificuldades dos alunos com as aulas on-line de matemática e torná-las mais atrativas, em um ambiente dinâmico, onde os exercícios se apresentam como uma coleção de tarefas com objetivos de chegada, pontuação e recompensa pelos resultados conquistados

A pandemia de COVID-19 impôs às escolas a urgente necessidade de se adaptar ao uso de ferramentas on-line para manutenção de suas atividades e, ao mesmo tempo, o desafio de atrair a atenção dos alunos para as aulas via internet. E quando o assunto são as aulas de Matemática, o desafio pode ser ainda maior, considerando a dificuldade geral dos estudantes brasileiros do Ensino Básico com a disciplina. Segundo dados do Sistema de Avaliação Básica (Saeb) do Ministério da Educação, em uma década (2007 – 2017) o percentual de alunos que concluíram o Ensino Médio com aprendizado considerado “adequado” em Matemática ficou na casa dos 9%. Para efeito de comparação, o mesmo indicador para Língua Portuguesa oscilou entre 24,5% e 29,1% no mesmo período.

Para superar ambos os desafios, alguns colégios estão utilizando em suas aulas de Matemática a plataforma Eduten Playground, desenvolvida por educadores da Universidade de Turku, na Finlândia, após 15 anos de estudos e que tem como princípio o conceito de que o aprendizado é melhor fixado por meio de exercícios contínuos, de forma lúdica.

Na plataforma Eduten Playground, os exercícios de Matemática são apresentados em um ambiente interativo e dinâmico com linguagem de jogos: a proposta, é que os alunos aprendam “brincando”. Ao todo, são mais de 17 mil exercícios, que possibilitam a realização de aproximadamente 200 mil operações.

Exemplo de exercício de multiplicação: o carrinho deve se dirigir até a resposta correta. A cultura de aprender com o próprio erro é valorizada, quando o aluno tem a oportunidade de prosseguir no desafio em busca da resposta correta, sem interromper seu raciocínio

Desafios on-line
No Colégio Filomena de Marco, em São Paulo (SP), o Professor Rudnei Silvino encontrou uma forma criativa para motivar os alunos a se engajarem nas aulas de Matemática com o uso da plataforma Eduten. “Pedi a eles que gravassem um vídeo, mostrando o seu jogo favorito na ferramenta e ‘desafiando’ outro colega a também jogar. Essa dinâmica contribuiu para aumentar a interação do grupo e a participação nas aulas on-line”, comenta o educador, que leciona para turmas do 7o ano do Ensino Fundamental.

Ainda de acordo com o Professor Rudnei, a plataforma cumpre com o seu objetivo de tornar mais lúdico e atrativo o ensino de Matemática. “Os jogos atraem a atenção dos alunos, que ao mesmo tempo aprendem com mais facilidade com um conteúdo apresentado com elementos presentes no dia a dia deles, como os jogos de videogame”, destaca.

Estímulo à iniciativa
Segundo a Professora Zulmira Cordeiro, do Colégio Américo Oliveira, no Rio de Janeiro (RJ), o uso da plataforma Eduten produziu resultados que vão além da Matemática. “Os exercícios da ferramenta estão disponíveis em Inglês. Para facilitar o entendimento, um de nossos alunos teve a iniciativa de procurar meios para traduzir o conteúdo e motivar a participação dos colegas. Descobriu, gravou um vídeo e compartilhou a dica com todos”, explica a educadora.

Em relação à forma como a plataforma dinamiza os exercícios de Matemática, a educadora também compartilha da opinião de que a ferramenta entrega os resultados a que se propõe. “A plataforma tornou mais atrativas as aulas, principalmente neste tempo de pandemia. Os jogos ajudam a desenvolver o raciocínio e estimulam os alunos a quererem aprender mais, por meio do acompanhamento do desempenho dos colegas e do incentivo para avançar de nível nos exercícios”, comenta a Professora Zulmira.

No Brasil, a operação da plataforma Eduten Playground é feita em parceria pela empresa de suporte para implementação de recursos pedagógicos digitais Pro for Edu (Pro 4 Edu) e pela Base2Edu, rede que conecta profissionais e iniciativas engajados com a transformação da Educação. A plataforma foi desenvolvida para alunos na faixa etária dos 6 aos 15 anos e se ajusta às necessidades pedagógicas de escolas tanto da rede pública quanto privada. Inicialmente, está disponível em Inglês. Mas a expectativa é de que, já a partir de 2021, todo o conteúdo de Eduten Playground possa ser acessado em Português.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!