fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Finados em espanhol no Elvira Brandão: Dia de los Muertos movimenta alunos do 9º ano

Celebração comparada ao Carnaval brasileiro surgiu originalmente no México, antes ainda da chegada do colonizador espanhol

 

Animação, máscaras, música e muita irreverência enquanto muitos se recolhem para cultuar a tradição brasileira do Dia dos Mortos (Finados). Embora pareça profana, a celebração marcada para o dia 30 de outubro no Colégio Elvira Brandão é considerada pela Unesco Patrimônio da Humanidade. Chama-se Dia de los Muertos e ajudará a escola a incentivar a comunicação entre os alunos no idioma espanhol.

O evento começa às 7h20 e termina às 13h00, envolvendo estudantes do 9º ano.

Na tradição mexicana, O Dia de los Muertos surgiu anteriormente à chegada do conquistador espanhol. Como o dia de Finados no Brasil, a data também é celebrada no 2 de novembro. O ritual, em resumo, remete à vida dos ancestrais dos mexicanos e cultiva a crença de que durante esse dia os mortos visitam seus parentes vivos.

Nos registros históricos do Dia de los Muertos, consta que astecas e maias homenageavam seus entes falecidos numa cerimônia cuja animação era comparável à do Carnaval brasileiro. Até hoje, os festejos mexicanos são invariavelmente regados a comida, bolo, música e doces como as caveirinhas de açúcar, que aludem à prática pré-hispânica de conservar crânios.

Segundo a diretora pedagógica do Elvira Brandão, Maria Ester Ceccantini, o Dia de los Muertos é lembrado também em outros países, sobretudo na América Central e algumas regiões dos Estados Unidos.

“Faremos no dia 30 uma celebração à língua espanhola e à cultura da América Latina”, resume Maria Ester.

 

Sobre o Colégio Elvira Brandão

O Colégio Elvira Brandão é uma instituição centenária, criada pela professora que lhe dá nome. Está presente entre as mais conceituadas e modernas escolas da capital. Seu ensino tem como objetivo preparar alunos para atuar como agentes transformadores da sociedade, na vida acadêmica e no mercado de trabalho, pela valorização da educação, da cultura, da cidadania e dos princípios fundamentais. Várias personalidades com grandes serviços prestados à Nação brasileira, por sinal, têm no currículo uma passagem pelo Elvira Brandão, como Antonio Ermírio de Moraes, Dorina Nowill, Eva Wilma, Guilherme Afif Domingos, Etty Fraser, Paulo Autran, Raul Cutait, Roberto Setúbal, Ruy Mesquita, Julio de Mesquita Neto e Rubens Barrichello.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!