fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Fique de Olho — Mapas e Globos

Matéria publicada na edição 45 | Fevereiro 2009 – ver na matéria online

Uma linha bastante variada desses produtos oferece ainda hoje apoio indispensável às aulas

O recente conflito na Faixa de Gaza fica difícil de ser compreendido pelos brasileiros se estes não tiverem acesso a um mapa bastante detalhado da região, visualizando, por exemplo, a localização bastante peculiar do território palestino, geograficamente isolado do restante do país e circundado por Israel. De outro modo, como explicar aos estudantes o sistema circulatório no corpo humano sem que se possa ter em mãos um mapa ou atlas bem detalhado? Ou ainda, como falar sobre o Universo e os planetas sem o apoio de um painel colorido e explicativo? Em plena era da universalização dos computadores e da internet, há situações em que as escolas não podem dispensar os tradicionais mapas, globos e obras de referência, como atlas e dicionários.

“O professor deve continuar estimulando o aluno a fazer a pesquisa diretamente no mapa. Este precisa ser consultado e manuseado, para que o aluno tenha como interagir com o assunto por meio da visualização do conteúdo que está sendo apresentado”, avalia Severino da Silva, conhecido como Bill, empresário e proprietário da Bia Mapas. A empresa, fundada em 1999, oferece um portifólio bastante variado de mapas, globos e atlas para escolas de todo país, além de outros materiais de apoio pedagógico, como telescópios e retroprojetores.

Bill afirma que os mapas geográficos permanecem como o carro-chefe deste segmento de mercado. Especialmente porque a empresa está sempre atenta aos acontecimentos históricos, lançando produtos que permitem, por exemplo, visualizarem-se as áreas de conflito no Oriente Médio ou aquelas atingidas por grandes desastres naturais, como o tsunami que abalou parte da Ásia no Natal de 2004. Mas a empresa tem registrado o aumento crescente do interesse pelos mapas ligados à ecologia, como aqueles que apresentam o ecossistema e os ciclos do nitrogênio, da água e do oxigênio. O proprietário da Bia Mapas observa também uma procura maior pelos mapas de anatomia, como os do sistema circulatório e nervoso.

A Bia Mapas oferece ao mercado diferentes linhas do produto, como a geográfica e política (Brasil, estados, regiões e cidades, mundi, continentes, países, etc.), histórica, pranchas de zoologia e anatomia, linha botânica, ecológica e sistema solar. Produz também tabela periódica. A empresa desenvolve os próprios mapas e pranchas, contando, para isso, com uma equipe que está sempre atenta aos novos acontecimentos e em contato com os especialistas das universidades. Bill destaca a qualidade no desenho e no acabamento dos seus produtos, além do cuidado com a atualização constante das informações. Além disso, a Bia Mapas atua como fornecedor de uma gama variada de produtos e equipamentos de apoio pedagógico, incluindo globos, luminosos ou opacos.

Na verdade, as empresas têm procurado ficar cada vez mais atentas às necessidades das escolas. “O mapa analógico sempre vai existir. A imagem do computador não substitui um painel e as escolas estão comprando cada vez mais, agora elas colocam um mapa em cada sala de aula, permitindo que o aluno tenha uma visão ampliada do tema que está sendo estudado”, afirma Lésia Aparecida Petrillo, sócia-proprietária da Geomapas.  Fundada em 1951 por seu avô paterno, a empresa  atua no segmento didático e com a linha comercial, contando com cerca de 100 itens à disposição do mercado. Administrada por uma filosofia que valoriza os clientes, procurando atendê-los a cada nova demanda que surge, a Geomapas está lançando em 2009 duas novas coleções de mapas, uma relacionada à linha mundi, que chega agora nas versões clima, relevo e vegetação, e à linha Brasil, nas versões urbano, agrário, vegetação e relevo.

Segundo Lésia Petrillo, as escolas têm procurado equipar os professores com as coleções completas desses painéis, como a de anatomia, a qual inclui o sistema esquelético, digestório, nervoso, muscular, urinário, respiratório, tegumentar, endócrino, sensorial, reprodutor masculino, reprodutor feminino, a célula, e ciclo da vida I e II. A Geomapas produz ainda uma grande diversidade nas linhas botânica, de ecologia, história e geografia, além da tabela periódica. Lésia Petrillo observa que a empresa conta com uma equipe própria de geógrafos e contrata profissionais das demais áreas para que garantam a atualização anual desses painéis. Preocupada com a qualidade de seus produtos, a Geomapas prima pelo acabamento, apresentando os mapas na versão laminada, para que o professor possa fazer e apagar anotações durante as aulas, utilizando-se canetas próprias para quadro branco, com molduras de madeiras nas extremidades e sistema de velcro para sustentação. Na linha comercial, a empresa trabalha com mapas do Brasil, Estados, planta da cidade de São Paulo, Mapa Mundi for export, etc., além de acessórios como ímãs, alfinetes e bandeirinhas.

Outra empresa com bastante tradição no segmento, a Multimapas anuncia sua entrada num novo nicho de mercado: a produção própria de atlas. Fundada em 1992, a empresa é bastante conhecida pela diversidade de mapas que produz, tanto para a área didática quanto comercial. Seu sócio-proprietário e diretor Aloísio F. Rocha trabalha no setor desde 1972 e anota que havia uma demanda para que os atlas comercializados pela empresa também tivessem a marca Multimapas.

O primeiro produto a ser lançado, em breve, é um atlas de anatomia, desenvolvido pelos médicos Daniel da Motta Cruz e Natália Carvalho de Figueiredo e pelo aluno do quinto ano de Medicina, Fernando Carvalho de Figueiredo. Voltado para professores, bibliotecas e alunos do Ensino Fundamental II e Médio, o atlas de anatomia terá 58 páginas ricamente ilustradas, observa Aloísio, chegando ao mercado como um produto diferenciado mas com preço competitivo.Também estão em processo de finalização os atlas geográfico, botânico e histórico geral.

Os atlas irão se somar ao rico portifólio da empresa, que trabalha com diversas versões de mapas e com diferentes tipos de acabamentos, como o laminado, com molduras e o plastificado, este voltado à comercialização no varejo, procurando atingir principalmente os estudantes. Segundo Aloísio, os mapas mantêm-se atuantes mesmo com o advento da internet. “O acesso às imagens pela internet não substitui a presença do mapa em sala de aula, porque este oferece uma informação visual segura e de fácil pesquisa, ao qual se tem acesso a qualquer momento”, analisa o diretor da Multimapas.

Aloísio destaca que esses produtos proporcionam um apoio pedagógico e didático insubstituível, “devido à sua eficiência, porque são econômicos, têm durabilidade e permitem o acesso visual a todo o grupo de alunos da sala de aula”. A Multimapas produz também tabelas periódicas, uma maior, destinada aos professores, e uma versão mini, mais barata, direcionada aos estudantes. A empresa dispõe de uma equipe de profissionais atenta às mudanças e às necessidades de atualização de seus materiais, que incluem mapas e pranchas de geografia, história, anatomia, ecologia, zoologia, botânica e química. Cada tema comporta uma infinidade de subprodutos, como os mapas geográficos sobre o Brasil, que aparecem nas versões Brasil Político, Físico, Divisão de Relevo, Bacias Hidrográficas, Climas, Vegetação e Econômico. Outro recurso comercializado pela empresa é o globo, luminoso ou opaco, também com variedades de temas, como político, físico, histórico e celeste.

O globo, aliás, apresenta um chamariz especial entre esse tipo de material didático. Além de cumprir com os objetivos pedagógicos, o globo desperta uma relação lúdica e atrai tanto crianças e adolescentes quanto adultos, pontua o administrador geral e proprietário da Libreria Editora, Mário Fiorentino. A empresa é pioneira na fabricação do produto na América Latina, atua há 30 anos no mercado e ainda tem nos globos a sua menina dos olhos. Fiorentino considera o globo um instrumento indispensável às aulas, porque “traz uma função real de escalas”, ou seja, é a ferramenta que “mais se aproxima em termos de proporções” dos tamanhos entre os continentes.

A Libreria Editora comercializa uma ampla linha de produtos, que envolve mapas geográficos e históricos, livros, e-books, cd-rom, DVD e produtos educativos, como blocos lógicos, figuras de encaixe, dominó Planeta Terra, Manual Interativo do Novo Código de Trânsito e outros. Fora da linha pedagógica, a empresa oferece brindes personalizados e projetos especiais para empresas. Tantos os materiais impressos como os de mídia trazem obras de referência, como dicionários, atlas, enciclopédias, manuais,  etc.

A idéia principal da Libreria é produzir e comercializar ferramentas que permitam a interatividade no momento da aprendizagem. “Essa é uma propriedade que não muda com o tempo”, destaca Fiorentino, orgulhoso com o portifólio que a empresa consegue apresentar atualmente. Entre os globos, ela produz versões bastante diferenciadas, como os luminosos e os opacos, variando os temas entre os lunares, terrestres e celestes. Os tamanhos e tipos de acabamento da cúpula e da base também são diversificados. Os luminosos lunares, por exemplo, permitem uma boa interação no processo da aprendizagem, porque a cada mudança na iluminação, novos detalhes sobressaem em sua paisagem. Segundo destaca Fiorentino, as propostas embutidas nos projetos da empresa procuram atender às diretrizes governamentais para a área da educação no Brasil,  que “sugere uma didática de ensino voltada ao método interativo, onde os alunos, coordenados pelos professores, participam ativamente das aulas”.

Saiba Mais:

Bia Mapas
11- 4997-1066
[email protected] | www.biamapas.com.br

Geomapas
11- 4997-6444
[email protected] | www.geomapas.com.br

Libreria Editora
11-2618-5411
[email protected] | www.libreria.com.br

 

Multimapas
11-3311-9988
[email protected] | www.multimapas.com.br

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados