fbpx
Guia para Gestores de Escolas

História da educação brasileira: Do período colonial ao predomínio das políticas educacionais neoliberais

Alexandre Shigunov Neto

A opção do autor pela temática “História da educação brasileira” justifica-se pelo interesse em investigar o tratamento que a questão tem recebido ao longo da história da sociedade nacional. Seu objetivo foi fazer um resgate histórico do movimento educacional brasileiro, tomando como ponto de partida o período colonial e o ensino jesuítico, num estudo que vai até a década de 1990.

Nesse sentido, procedeu-se à análise da educação brasileira, tomando-se como ponto de partida a atuação dos padres jesuítas até as atuais políticas propostas para os cursos superiores, as quais estão vinculadas ao projeto hegemônico neoliberal.

A obra procura desvendar o modo pelo qual as ideologias em cada período da história aqui estudado viabilizam condições favoráveis para a implantação de propostas educacionais. Depois da análise da educação no período colonial, o texto avança para o período republicano, focando que a educação começou a tomar contornos diferenciados e a se constituir num problema de ordem social, com implicações diretas no crescimento e desenvolvimento da economia brasileira. Os tópicos seguintes abordam a transformação do ensino médio brasileiro por meio das reformas educacionais e das Leis de Diretrizes e Bases da Educação Nacional 4.024/61, 5.692/71 e 9.424/96.

O capítulo final se dedica à análise do Projeto Hegemônico Neoliberal e a Educação Nacional, em que são estudados os fundamentos teóricos do liberalismo, os pressupostos teóricos da ideologia neoliberal, a teoria do capital humano e a questão educacional, as políticas educacionais neoliberais e a qualidade total na educação.

O objetivo do livro é fazer um resgate histórico do movimento educacional brasileiro, tomando como ponto de partida o período colonial e o ensino jesuítico. Entretanto, foi somente no período republicano que a educação começou a tomar contornos diferenciados e a se constituir num problema de ordem social, com implicações diretas no crescimento e no desenvolvimento da economia brasileira. Nesse sentido, verifica-se uma preocupação dos dirigentes e parlamentares em promover o desenvolvimento nacional por meio da educação, em especial da educação do trabalhador brasileiro.

  

1ª edição (2015)

Páginas: 296 páginas

Formato: 17×24

ISBN: 9788522498383

R$65,00 Impresso e R$52,00 Digital

http://www.editoraatlas.com.br/atlas/webapp/detalhes_produto.aspx?prd_des_ean13=9788522498383

  

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados