fbpx
Guia para Gestores de Escolas

O lendário editor Jacó Guinsburg, 94 anos, é protagonista da homenagem aos 50 anos da Editora Perspectiva na Casa Guilherme de Almeida

Diversas atividades no próximo dia 20, com a presença de Augusto de Campos, celebram a importância do selo que se tornou referência para a produção acadêmica brasileira

A Editora Perspectiva marcou decisivamente o cenário intelectual brasileiro e a formação de gerações de acadêmicos desde a sua fundação, em 1965. Para celebrar o aniversário de 50 anos da editora, a Casa Guilherme de Almeida realiza, no sábado dia 20 de junho, a partir das 14h30, uma série de atividades, como palestra, performance e mesa redonda. O evento contará com a presença do editor Jacó Guinsburg, de 94 anos, e convidados, como o poeta Augusto de Campos, Gita Guinsburg, entre outros. A casa pertence à Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, gerenciada pela organização social Poiesis.

A Perspectiva transformou-se em uma referência brasileira pela qualidade das obras acadêmicas e dos autores, muitos deles fundamentais para o pensamento ocidental na segunda metade do século XX. Em diversas áreas: artes, literatura, filosofia, linguística e ciências humanas. Sua coleção Debates trouxe para o país Umberto Eco, Roman Jakobson, Max Bense, Martin Buber, Tzvetan Todorov, Fernand Braudel, Gershom Scholem, Antonio José Saraiva, José Augusto Seabra, Anatol Rosenfeld, Benedito Nunes, Affonso Ávila, Augusto de Campos, Haroldo de Campos, Décio de Almeida Prado, Sábato Magaldi e muitos outros.

Outro marco em sua história é a Coleção Estudos, que chegou a 2015 com um catálogo que tem mais de trezentos títulos de filosofia, psicanálise, crítica, literatura, arquitetura, semiótica, entre outros, e que é voltada para abordagens que aprofundam e ampliam seus temas. Em meio século, a editora de Guinsburg marcou a história do livro no Brasil pela qualidade textual e pela proposta visual marcante de seus volumes.

Na homenagem, a Casa Guilherme de Almeida – Centro de Estudos de Tradução Literária destacará o papel de Jacó Guinsburg como tradutor de mais de 150 obras de relevância literária e teórica, além de seu papel como veiculador da tradução poética de vanguarda no país, por meio da Coleção Signos, fundada por Haroldo de Campos e dirigida hoje por Augusto de Campos. 

Foto: http://www.deaimprensa.com.br/blog/2012/04/palcos-%E2%80%93-2%C2%AA-mostra-de-artes-cenicas-reforca-vocacao-de-sao-paulo-para-o-teatro/

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados