Guia para Gestores de Escolas

Plano de Marketing: Estratégia eficaz

O âmbito administrativo de uma instituição escolar compreende um emaranhado de fluxos distintos. Projetos, elaborações, ações, planejamentos, compromissos e a busca por resultados positivos destacam trajetos percorridos diariamente por todas as escolas de diferentes níveis de ensino. Se observarmos o interior desse fluxo, notamos uma área que ganha (cada vez mais) atenção: o marketing educacional.

Fernando Domingues, diretor de marketing do Colégio Eniac (Guarulhos/SP), acredita que o departamento de marketing deve liderar e gerenciar ações, alinhando as iniciativas com os objetivos estratégicos da escola, “como crescimento do número de alunos, elevação do ticket médio ou a divulgação da marca. Especificamente sobre a comunicação e relacionamento com a comunidade interna e externa, o marketing deve atuar na definição da linguagem, design, canais e estratégias que serão utilizados”.

A área de marketing contribui, de forma eficaz, para a conquista e a fidelização de novos alunos. Em termos práticos, Fernando indica que é importante entender, de fato, qual a real proposta de valor que a escola representa para o cliente – aluno ou responsável. “Esse valor é a mensagem que precisa ser comunicada e, quando o candidato se torna aluno, precisa ser transformada em experiências concretas que reforcem esse valor ao longo do percurso, como: eventos de empregabilidade, oficinas de projeto de vida, palestra, show, coaching vocacional e mentoria profissional”, diz Fernando.

Dessa forma, para traçar planos de marketing com resultados positivos, é fundamental elaborar estratégias comunicacionais assertivas. Na atualidade, a comunicação foi alterada, de maneira significativa, pelo crescimento tecnológico. Erick Moutinho, profissional responsável por marketing digital e relacionamento, destaca que, “as famílias, hoje em dia, possuem uma dinâmica muito complexa, então a informação precisa chegar de maneira simples, clara, direta e acessível”.

Segundo Erick, o marketing digital pressupõe competências e profissionais com diferentes habilidades do marketing tradicional. “É um tema que requer muito conhecimento do mundo digital, muita experiência no tratamento de dados, pois todas as interações são rastreáveis, noções de engajamento e conversão. Me arrisco a dizer que a maioria das escolas ainda insistem no marketing tradicional e ouço muitas famílias insatisfeitas com este tipo de comunicação”.

No que tange as ações de conquista/fidelização, o especialista aponta que, sobretudo no marketing digital, é necessário criar um engajamento, com interações frequentes com as famílias durante o ano todo. “Só assim você realmente poderá falar que está fidelizando seus clientes”, finaliza Erick. (RP)

Saiba mais:

Fernando Domingues (Colégio Eniac) – [email protected]
Erick Augusto Moutinho – [email protected]

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
Fale conosco!