fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Quais benefícios do aprendizado de uma segunda língua para as crianças?

Você provavelmente já pensou que gostaria de criar o seu filho com fluência em mais de um idioma. Pode até ser que já tenha dado início a esse projeto. Você não está sozinho! Muitos pais entendem que o bilinguismo traz vantagens imensuráveis para a educação e vida de seus filhos.

Para as crianças, o conhecimento avançado de duas línguas tem resultado em benefícios para cérebro, tais como uma maior criatividade e flexibilidade de raciocínio, melhor desempenho escolar, maior habilidade linguística, assim como uma melhor compreensão de diferenças culturais, de adaptabilidade e, no futuro, vantagens indiscutíveis de competitividade no mercado de trabalho.

A linguagem é elemento importante para a definição da identidade e como nos relacionamos com outras pessoas, e muitos pais compreendem que o conhecimento de duas ou mais línguas tem o condão de potencializar não somente a autoestima e a autoconfiança de seus filhos, mas também o orgulho na sua própria descendência.

ALGUNS FATOS IMPORTANTES:

  • Na maior parte do mundo, as habilidades linguísticas são cruciais para o sucesso nos negócios: por exemplo, entre os executivos, 100% em Hong Kong, 97% em Singapura e 95% na Indonésia conseguem negociar em, pelo menos, duas línguas.
  • Tanto a criatividade como a sensibilidade para o aprendizado de línguas são cada vez mais importantes para o sucesso no desempenho escolar. Essas vantagens cognitivas ajudam a trazer vários benefícios para a educação do seu filho.
  • Para que o bilinguismo potencialize vantagens cognitivas, é preciso que haja um relativo alto grau de fluência em ambas as línguas (a materna e a segunda língua).

MITOS E EQUÍVOCOS SOBRE O APRENDIZADO DE UMA SEGUNDA LÍNGUA: QUAL O MOMENTO CERTO PARA ISSO ACONTECER?

Todos os pais têm dúvidas e se preocupam em saber se estão ou não fazendo tudo corretamente na criação de seus filhos.  Para a maior parte das decisões, estes pais confiam em sua própria intuição, no senso comum ou ainda em conselhos de amigos e familiares. Entretanto, com relação ao aprendizado de idiomas, os pais têm várias perguntas e muitas dúvidas. Muitas vezes essa sabedoria popular não tem qualquer base científica. Na verdade, este é um bom exemplo do que é chamado de “mito” sobre o aprendizado de línguas. Muitos desses mitos são repetidos tantas vezes que algumas pessoas acabam por acreditar neles.

Contudo, os progressos recentes nas pesquisas em linguística, psicologia e educação proporcionaram uma nova visão quanto ao aprendizado da língua pelas crianças, bem como da possibilidade de aprenderem um segundo idioma de maneira eficiente e eficaz. Assim, esclareceremos cientificamente, alguns desses mitos sobre o aprendizado de uma outra língua na infância.  

MITO Nº 1

Somente pais bilíngues podem criar filhos bilíngues (e pais bilíngues sempre criam filhos bilíngues)

Muitos acreditam que pais bilíngues criam filhos bilíngues e pais monolíngues criam filhos monolíngues. Parece um raciocínio lógico a princípio, mas não é verdadeiro. Várias décadas de pesquisas e muitos dados comprovam que pais bilíngues não necessariamente criam filhos bilíngues. Se isso fosse verdade, nos Estados Unidos da América, por exemplo, haveria centenas de milhares de cidadãos falando outros idiomas em função da história da imigração naquele país, o que não ocorre. Em geral, os imigrantes chegam falando somente a língua nativa, os filhos desses imigrantes são geralmente bilíngues (língua materna e inglês), já os netos desses imigrantes são, na maioria das vezes, monolíngues em inglês, conforme comprovam as pesquisas. Esse monolinguíssimo ocorre em poucas gerações por muitas razões, principalmente por que, criar filhos bilíngues requer planejamento, esforço e dedicação até para os pais que são bilíngues. Os pais monolíngues enfrentam o desafio adicional de não serem capazes de usar um segundo idioma fluentemente com seus filhos. Entretanto, atualmente existem milhares de oportunidades para as crianças aprenderem um segundo idioma. O bilinguismo é cada vez mais encarado como um diferencial importantíssimo. Como resultado disso, há cada vez mais recursos, desde aulas de idiomas até brinquedos bilíngues. Contudo, é preciso saber escolher os mais adequados e eficazes. Com o embasamento correto, qualquer pai/mãe pode criar um filho que conheça mais de uma língua, até mesmo se esse pai/mãe for monolíngue.

Por: Teresa Catta-Preta
Sócia e Diretora da Learning Fun

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!