Guia para Gestores de Escolas

Qual a importância das nossas crianças saberem nadar?

Matéria publicada na edição 107 | Abril de 2015- ver na edição online

O grande filósofo da Grécia antiga e fundador da primeira instituição de ensino superior do mundo ocidental dizia que “todo homem culto deve saber ler, escrever e nadar”.E não foi a toa que Platão disse essa frase, pois a natação proporciona ao seu praticante muitos benefícios como: fortalecimento do coração, fortalecimento das vias respiratórias, aumento de massa magra e diminuição da massa de gordura, maior oxigenação no cérebro aumentando a capacidade de raciocínio, dentro outros.

Nesse texto eu gostaria de comentar com mais ênfase sobre um grande benefício da natação além dos que citei acima que é a sobrevivência.Podemos chamar de habilidade de sobrevivência todo o movimento com deslocamento de forma suave e harmônica, que possibilita o ser humano de nadar até uma superfície segura quando cair em um local que tenha muita água como piscinas, rios e mares.
Saber nadar é uma habilidade fundamental para crianças, pois atualmente no Brasil o afogamento é a primeira causa de morte de pequenos entre 1 a 4 anos e a segunda entre 5 e 9 anos de acordo com informações do ministério da saúde (www.brasil.gov.br/saude). As causa de afogamento infantil são muito diversas como em vaso sanitário, banheiras com pouquíssimas quantidade de água, caixa d’água, piscinas domésticas, rios e mares.
A maior segurança que uma criança possa ter contra o afogamento é a supervisão dos pais ou de um adulto, mesmo que ela esteja utilizando bóias de auxílio. Existem bóias de braço, de cintura e coletes, que auxiliam na flutuação e mantém a criança na superfície causando uma falsa segurança.Essa falsa impressão deixa os pais mais tranqüilos e menos cautelosos em relação aos filhos, entretanto a qualquer momento essas bóias podem se desprender da criança causando um trágico afogamento, sendo que esse também é uma das causas que entra nos índices de afogamento infantil.
A segunda solução contra o afogamento infantil são as aulas de natação.Nas primeiras aulas são desenvolvidos objetivos relacionados a ambientação ao meio líquido e em seguida habilidade de sobrevivência com o professor dentro da água proporcionando segurança aos alunos.A partir do momento que a criança já domina as habilidades de sobrevivência, com certeza ela corre muito menos risco de se afogar na piscina da casa de um amiguinho por exemplo, mas é importante lembrar que mesmo assim todos os cuidados sempre devem ser tomados, com a observação de adultos, principalmente em mares e rios.
Fazer aulas de natação hoje no Brasil está muito mais fácil, pois existem milhares de academias especializadas e com professores capacitados.Então procure a academia ou escola de natação mais indicada perto de você e matricule seu filho, que com certeza vocês só terão o que ganhar.

Thiago Flose
Professor de Educação Física e Pós Graduado em Admnistração de Empresas
Assessor de negócios da Metodologia Gustavo Borges
Fanpage do Facebook: Thiago Flose (professor)
Blog: www.flosethiago.wordpress.com

 borgesA Metodologia Gustavo Borges conta com uma equipe de profissionais especializados em natação. Liderada pelo ex alteta olímpico Gustavo Borges, desenvolve uma proposta de ensino incluindo soluções para operação aquática de escolas,clubes e academias.

 

 

Receba nossas matérias no seu e-mail

Relacionados
Fale conosco!