fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Você está preparado para a reabertura escolar?

A retomada das atividades presenciais é motivo de grande preocupação, tanto dos pais quanto da equipe de professores e colaboradores, e a grande questão que todos fazem é a seguinte: “É seguro que as crianças voltem a frequentar a escola?” O ambiente escolar pode sim ser seguro, desde que observadas medidas de precaução, que auxiliam não apenas na prevenção do Covid-19, mas também em diversas infecções, tornando possível que a escola continue a desempenhar o importante papel de interação social e desenvolvimento socioafetivo que são fundamentais na formação. Sempre observando as particularidades do ambiente escolar, tais como faixa etária de alunos e colaboradores, séries e ciclos ofertados, se há presença de pessoa com deficiência, estrutura física do prédio sobretudo quanto a ventilação, fluxo diário de pessoas, tudo isso em sinergia as orientações das entidades de saúde, protocolos e diretrizes governamentais.

 Flexibilizar horários de entrada e saída, higienizar os calçados em tapete sanitizante, lavar as mão e aferir a temperatura corporal passará a ser rotina, os novos hábitos são a melhor forma de prevenção, devendo manter os estudantes e seus responsáveis informados de todas medidas adotadas para prevenção para que estes possam colaborar de forma efetiva com essas medidas.

A atenção ao armazenamento dos produtos químicos, como água sanitária, desinfetantes e álcool, são tão importantes neste momento, devendo uma preocupação, alocando sempre em local onde os estudantes não terão acesso pois podem ser tóxicos, e ainda abrigados do sol e longe de fonte de calor pois podem ser inflamáveis. Nunca faça mistura de produtos químicos para fazer higienização pois isto aumenta a toxidade, estes devem ser utilizados de acordo com as informações do fabricante contida no rótulo, observando inclusive se o produto é adequado a superfícies que pretendemos higienizar.

Para higienização das mãos prefira sempre que possível lavar com água e sabão, quando precisar utilize álcool gel a 70% apropriado para pele, sempre que o aluno precisar utilizar o álcool o mesmo deve ser supervisionado, e nunca estar ao alcance direto das crianças, existem ainda no mercado outras soluções para higienização das mãos como espumas antissépticas, estas podem substituir o uso do álcool. O uso permanente de máscara, sendo retirada apenas para tomar água, se alimentar e trocar de máscara após a mesma estar umedecida e manter uma distância mínima de 1,5 metros e manter os ambientes constantemente arejados também serão necessários.

 Ter a equipe de colaboradores treinada a conhecer, compreender e executar de forma adequadas os protocolos, terem acesso a equipamentos de proteção individual (EPI) e de higienização, gera segurança a toda equipe, refletindo o mesmo sentimento aos alunos e pais. A retomada está próxima, com cautela, esforço e modificando alguns hábitos podemos manter as atividades escolares presenciais com segurança, mantendo a importância que a   escola tem para o desenvolvimento das crianças. Dedicação para seguir os protocolos e criatividade para novas atividades escolares serão os grandes valores do educador pós pandemia, e sem dúvida esse esforço é para o bem da saúde de todos, inclusive da nossa.

Saiba mais: www.ensinosaude.com.br

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!