dezembro 19, 2016

Conversa com o Gestor – Escola, Família e Aluno: Construção do Relacionamento Interpessoal

Publicidade

CULTURA INGLESA – BANNER DE CONTEUDO

“A família é parte do tripé fundamental da educação dos alunos. A junção da escola (entendendo todo o seu conjunto, inclusive os Professores) com os alunos e com a Família, é, na minha visão, o que norteia a educação eficiente. Óbvio que no centro deste tripé está o aluno, pois é dele a responsabilidade pela vontade de aprender. Se estes pontos estiverem alinhados, sendo eficientes, não há como errar na educação”, destaca Marco Gregori, empreendedor e CEO de holding educacional

Por Rafael Pinheiro / Fotos Daniel Guimarães e Divulgação

Diariamente, como um fluxo contínuo e poderoso, avistamos a instituição escolar como a porta de entrada para uma corrente sadia e proveitosa que elege o desenvolvimento, o aprendizado e a formação de cidadãos em níveis elevados. Na sede do saber, os pilares que sustentam as escolas de diferentes identidades e de diversos níveis de ensino, acolhem alunos e dissipam experiências valiosas a fim de aprimorar e fomentar características peculiares no avanço educacional – e, também, pessoal.

A família, por outro lado, é a representação que influencia e edifica a personalidade e a formação de consciência da criança. A base estabelecida no âmbito familiar provoca uma sensação prazerosa às crianças, que encontram um espaço natural para seu desenvolvimento, cultivo de valores humanos, solidificação da responsabilidade e uma segurança inigualável. A convivência e o diálogo familiar são questões primordiais, construindo, assim, filhos (e alunos) com uma base sólida.

Atravessamos um período em que a economia e organização de nosso tempo – e consequentemente sua distribuição em tarefas e compromissos – pode ser um dos fatores que impactam e dificultam o estreitamento do vínculo entre os familiares e a vivência escolar de seus filhos. Porém, é interessante ressaltar que esse elo consegue suprir necessidades físicas, psíquicas e sociais, que as crianças tanto necessitam em todas as etapas do ensino. Além do aprendizado nas salas de aula, os deveres de casa, as brincadeiras e os diálogos em conjunto assegura afeto, incentivo e sensação de segurança e pertencimento.

“É fundamental entendermos que a educação das crianças e dos jovens não pode ser vista somente como uma responsabilidade que ora cabe à escola, ora à família, como se fossem universos separados. Ela precisa ser enxergada como uma necessidade que deve ser assumida por todos, em sinergia de propósito e objetivos”, diz Eduardo Shinyashiki, especialista em desenvolvimento de competências de liderança.

Assim, conta Shinyashiki, a relação família-escola representa uma importante ferramenta para o fortalecimento do aprendizado, dos valores e das competências socioemocionais de crianças e jovens. “Professores e pais, apesar da diversidade de papeis e de contextos de ação, compartilham os destinatários de suas ações: os filhos / alunos e seu processo de educação, orientação e formação. A escola e a família desempenham papel de grande importância na formação social do indivíduo, tendo responsabilidade na construção da pessoa humana em seus âmbitos espacial, temporal e sociocultural”.

INTEGRAÇÃO NECESSÁRIA

Promover a integração da família na escola é uma alternativa para embarcar no período de maior descobrimento e experimentação na vida do aluno. O ideal é que essa relação fortaleça ao longo dos anos, cultivando transformações sociais e culturais, aproveitamento completo do rendimento escolar e desenvolvimento significativo de atributos individuais.

Para Marco Gregori, empreendedor e CEO de holding educacional, a família deve se colocar como parceira fundamental da escola na educação de seus filhos, já que algumas características não podem ser supridas através da escola. “Uma educação por valores pode ser fomentada na escola, mas é no ambiente familiar que o caráter se forma. O interesse dos pais pela educação dos filhos e a participação ativa destes no processo educacional trazem valores inestimáveis, não só para a educação, mas para a formação do indivíduo”.

Com o intuito de criar projetos específicos e inserir os pais na rotina escolar, a Escola Crescimento, Unidade Parceira do Sistema Poliedro, localizada em São Luís (MA), promove a Roda de Leitura, em que os pais são convidados a apresentar um livro na turma do seu filho, o que aguça o interesse dos alunos pelo sentimento de pertencimento; na Mostra de Conhecimentos, os familiares visitam a instituição para ouvir as crianças contarem um pouco sobre seus trabalhos; e na Formação para os Pais, eles podem tirar suas dúvidas sobre temas específicos.

Além dessas ações, os pais são orientados e convidados a construir, junto com os filhos, materiais para os eventos escolares, proporcionando momentos agradáveis de colaboração. “A cada tema trabalhado em sala, valorizamos os conhecimentos e experiências das famílias. Ao falarmos de higiene bucal, convidamos a mãe que é odontóloga; ao aproximar-nos do período eleitoral, convidamos o pai que é juiz eleitoral para palestrar sobre eleições; se é tempo de decidir um curso no vestibular, oportunizamos aos pais de diferentes áreas para falarem de suas profissões e carreiras. Incentivamos diariamente a participação dos pais na rotina escolar”, explica Luiza Bacelar de Castro Silva, Diretora Pedagógica do Grupo Crescimento.

OBSERVAÇÕES E ORIENTAÇÕES

De acordo com a coordenadora pedagógica Adriani Escudero Magalhães, do Colégio Aprendendo a Aprender, situado em Pinheiros (SP) e pertencente ao Grupo A Educacional, o que ajuda os filhos na escola é demonstrar, desde cedo, e de forma bem concreta, o quanto a família valoriza a educação. “O que atrapalha é o exagero na participação, com atitudes como entrar em sala de aula, conversar diariamente com as professoras, interferir nas decisões, regras e combinados da escola”, comenta.

Na rotina dos pais, uma série de atitudes são essenciais, como incentivar o filho na lição de casa, estimular a criança a ir ao colégio diariamente, providenciar um lugar tranquilo onde se possa estudar e comparecer às reuniões de pais regularmente. Mas estabelecer uma boa relação com a escola também é essencial. E, ainda que esse contato não seja assíduo ou intenso, a relação deve ser efetiva.

Outro fator importante observado pela equipe do Aprendendo a Aprender é deixar claro para a família que o auxílio nas tarefas de casa tem seus limites. “O necessário é incentivar uma leitura mais atenta sobre o enunciado, indicar fontes de pesquisa, estimular uma nova reflexão sobre o problema. Jamais dar a resposta à criança. Insistimos nesse ponto porque a repetição desse tipo de procedimento está associada à queda no rendimento do aluno. Ou seja, participação exagerada atrapalha. A independência nos estudos deve ser cultivada”, explica a coordenadora.

DIA DA FAMÍLIA

O Colégio Anhembi Morumbi, localizado na região do Brooklin (SP), integrante da Eduinvest, rede educacional focada em desenvolver cidadãos altamente capacitados e conscientes, incluiu, este ano, o Dia da Família (comemorado em 22 de outubro) em seu calendário de eventos. O objetivo é integrar a comunidade escolar e seus familiares, além de evidenciar aos alunos todas as diversas formas de organização familiar. No dia da comemoração, os visitantes foram recepcionados com música, receberam canetinhas e papeis coloridos para deixar recados sobre a importância da família e desenhar as suas. Todos os desenhos foram expostos no pátio do colégio durante uma semana. Os participantes também plantaram sementes e aprenderam sobre os cuidados necessários para sua germinação, em metáfora sobre o cuidado e carinho necessários para a manutenção familiar.

O evento, direcionado inicialmente para crianças do Infantil e Fundamental I, com idade aproximada de até 10 anos, obteve uma recepção fantástica, segundo Marco Gregori, criador da metodologia aplicada no colégio. “Vimos que para desenvolver as habilidades precisamos trazer de volta as famílias para dentro da escola. Achamos que o Dia da Família é uma maneira interessante. Colocamos o Dia da Família também pela questão do que é família hoje. Queríamos envolver a todos que participassem das famílias, em seus mais diversos tipos”.

Além desta ação, outras atividades estão surgindo no Colégio Anhembi Morumbi, como o projeto Movimento Futuro, ensinando habilidades aos alunos das 8ªs e 9ªs séries do Ensino Fundamental 2 e empoderando a realizar seus sonhos. “Os pais dos alunos que participam deste Movimento, decidiram, pela própria vontade, de criar um outro Movimento, o dos Pais do Futuro. Eles estão se reunindo voluntariamente e participando da escola. É simplesmente fantástico”, completa Marco.

TECNOLOGIA A SERVIÇO DOS PAIS

O Colégio Concórdia, instalado no Campo Limpo (SP) e também pertencente ao Grupo A Educacional, adotou uma novidade tecnológica: um aplicativo para auxiliar o acompanhamento dos pais na rotina escolar das crianças. Com o “Aluno APP” os responsáveis podem consultar pelo telefone celular quais tarefas, pesquisas e trabalhos o aluno deve entregar a cada dia, de acordo com a aula e o professor envolvido. O aplicativo disponibiliza o boletim sempre que o colégio determinar, e, por não precisar de impressão, todas as alterações podem ser consultadas diretamente pela internet, em qualquer horário e local.

Além dos pais, o serviço ajuda os estudantes, com acesso ao conteúdo das aulas. Outro benefício do “Aluno APP” é trazer aos pais do colégio o acompanhamento de eventuais situações, como convocações de reuniões, faltas e até um possível atendimento médico que o aluno tenha necessitado.

O intuito do Colégio Concórdia com a implantação da nova ferramenta é ampliar o envolvimento dos pais com a vida escolar dos filhos. Com a disponibilização das informações e rotina da escolar dos alunos aos responsáveis, eles tornam-se muito mais participativos e colaborativos na vida escolar dos filhos.

O diretor do colégio, Edson Wander Eller, diz que o aplicativo pode resolver o problema de comunicação dos pais com a escola. “Os responsáveis poderão ficar conectados e, assim que postarmos alguma informação, eles receberão a notificação. Isso traz um maior envolvimento dos pais com a vida escolar dos filhos”.

Saiba mais:

Colégio Anhembi Morumbi – secretaria@colegioanhembimorumbi.com.br

Colégio Aprendendo a Aprender – secretaria@aprendendoaaprender.com.br

Eduardo Shinyashiki – contato@edushin.com.br

Escola Crescimento – escola@crescimento.com

Marco Gregori – contato@eduinvest.com.br

Assine nossa Newsletter

Veja agora este vídeo

Comentários encerrados.