Guia para Gestores de Escolas

Como liderar uma escola nos dias atuais – Conceito e Liderança

Liderar uma equipe é promover novas maneiras de pensar e agir. Esta prática desenvolvida pelos gestores não deve ser imposta ao corpo docente. Primeiramente, é necessário que ele analise a situação, compartilhe com os seus colaboradores para que esses se preparem para dialogar com os professores, porque assim efetivamente acontecerá a mudança, quando atingir o aluno. A transformação só ocorrerá após se conscientizar de que alguns princípios e procedimentos básicos deverão ser adotados:

1. Pessoas: promover a conscientização da necessidade de mudar

2. Tempo: ter clareza que muitas etapas deverão ser desenvolvidas

3. Espaço: envolver toda cultura organizacional da escola

O gerenciamento de uma escola se dá através das inteligências múltiplas, de acordo com Gardner, quando usamos o lado racional (verbal, linguístico e lógico-matemático), e, essencialmente, quando usamos o coração (intrapessoal: autoconhecimento; e interpessoal: se colocar no lugar do outro).

Partindo desses conceitos, o líder será a referência pelo que faz e como faz. Ele necessita de muita clareza e entendimento para transmitir as diretrizes e tomadas de decisões diante da sua equipe. Se existe a insegurança, entre o que se sabe ou o que pensa que sabe, o procedimento é saber o que o outro pensa, e somente o diálogo, perguntas e investigações possibilitarão o que fazer. Isto aumentará a eficácia do resultado e a credibilidade do papel do gestor na equipe.

Se o gestor compartilha com os membros da sua equipe, não fará com que os participantes sejam seguidores sem vontade própria. A resolução dos problemas em grupo permite a formação do raciocínio das pessoas, sem que ela assuma a situação para si. A receptividade do líder em ouvir é essencial, compreender melhor o outro e ter a convicção que o aprendizado de todos deve ser crescente. Portanto, não há “o dono da verdade”, e a posição isolada diante da equipe torna-se prejudicial para o trabalho coletivo.

O foco do trabalho do gestor é primordial, investir o seu tempo em coisas importantes aumentará o seu reconhecimento por parte da equipe e quais serão suas atitudes diante de algumas circunstâncias. A previsibilidade facilita para que as coisas aconteçam, como a implantação de algo novo pela equipe, não desanimar os integrantes sem antes ter colocado em prática.

A habilidade de liderar um grupo é ter a direção definida e expressar os objetivos claramente do que se quer atingir, ou seja, a meta. O domínio é aliado à participação em todos os aspectos, juntamente com os conhecimentos básicos e as qualidades pessoais. As habilidades podem ser adquiridas através de leituras, grupos de estudos, análise de situações vividas na escola, onde os integrantes passarão a refletir e desenvolverão o senso crítico, logicamente com opiniões diferenciadas. A cultura profissional e a comunicação requerem disciplina e aceitação que o outro pode contribuir para o seu desenvolvimento.

(Por Márcia Regina do Carmo Claro Oliveira)

 
marcia
Graduada em Pedagogia e Letras, possui MBA em Gestão Escolar pela Universidade Anhembi Morumbi, em São Paulo. É mantenedora e diretora do Colégio Ômega, de Ensino Infantil, Fundamental e Médio, localizado em Santos e no Guarujá (Baixada Santista, São Paulo).

Para mais informações:
www.colegioomega.com.br
[email protected]

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
Fale conosco!