fbpx
Guia para Gestores de Escolas

Edtech desenvolve plataforma de gestão para escolas de educação infantil

Há pouco tempo atividades como o controle de despesas, fichas dos alunos, emissão de boletos, notas fiscais e até mesmo o plano pedagógico que fazem parte da rotina de qualquer escola de educação infantil eram gerenciadas manualmente e arquivadas em papeis e pastas. Mas essa realidade que começou a mudar com o uso da tecnologia, principalmente a partir da digitalização dos processos, promovendo uma grande transformação no cotidiano das escolas. São ferramentas desenvolvidas exclusivamente para a gestão escolar que trouxeram agilidade ao processo, fluidez, organização; além de ganho de eficiência.

A Escola Infantil Geração Alegria, localizada em Porto Alegre (RS), é um exemplo de instituição que passou por esse processo ao adotar a plataforma de gestão financeira da edtech gaúcha SIX. Com 50 alunos, a escola utiliza as ferramentas digitais desde 2019 e de lá pra cá vem contabilizando bons resultados. “Antes levávamos quatro dias para emitir os boletos e as notas fiscais. Uma operação demorada e manual. Agora, conseguimos realizar todo o processo em apenas 30 minutos”, avalia Natália Ferreira, diretora da escola.

Segundo a diretora, os ganhos passam também pela organização dos dados sobre os alunos que antes eram armazenados em fichários, entre outras facilidades que a plataforma proporciona. “Com certeza, a vida administrativa da escola ficou mais simplificada. Eu e minha sócia somos pedagogas e tivemos que aprender aos poucos sobre esse novo universo. Depois da automatização dos processos consigo até administrar a escola mesmo morando em outro estado e me dedicar mais a outras demandas como captar novos alunos para a escola”, destaca Natália. 

A Geração Alegria foi a primeira escola/cliente da SIX, edtech voltada para educação infantil que desenvolveu ferramentas que contemplam todos os setores da escola em uma única plataforma com soluções voltadas para os setores financeiro, pedagógico, agenda digital e gestão sempre de maneira personalizada e de acordo com as necessidades de cada instituição. “Na maioria das vezes, as escolas de educação infantil são comandadas por profissionais que não possuem conhecimentos sólidos em gestão administrativa e que são multitarefa. A SIX traz justamente soluções para as dores desses profissionais, que podem, então, obter mais controle de suas operações por meio da automatização de processos, com mais controle das informações, com menos tempo, e com uma gestão que prioriza menos esforço”, comenta Débora Barros Behar Bandeira, Diretora da SIX e empreendedora.

A escola Mundo Mágico, em São Paulo (SP), outra cliente da SIX, contabiliza bons resultados com a adoção da agenda digital. Segundo Claudia Gajete, diretora da escola, a ferramenta facilita a comunicação com os pais. “Com a agenda em papel, a direção junto com a coordenação redigiam os bilhetes para os pais que depois precisavam ser impressos e colocados na agenda do aluno. Com a adoção do aplicativo, automaticamente enviamos um comunicado para todos os pais dos nossos 100 alunos e conseguimos mensurar quem visualizou ou não. Ou seja, além da economia de tempo também temos uma economia de papel”, enfatiza a diretora, que também faz uso de outras ferramentas da SIX para a melhoria dos processos pedagógicos, administrativos e nutricionais dos alunos.   

Gestor da Escola Serelepe, André Pacheco, é um entusiasta da plataforma de gestão financeira da SIX, por meio da qual economiza tempo com a administração da escola. “É maravilhoso, utilizo desde a emissão de contratos, faturas, recibos e boletos. Com o sistema agilizamos os processos que levavam um dia e hoje concluímos em 40 minutos, poupando um tempo precioso na administração financeira da escola; além de evitar falhas como a emissão duplicada de uma nota fiscal”, afirma. Segundo ele, outro benefício da plataforma que ele passou a utilizar recentemente é a assinatura de contrato eletrônico. “O pai de um aluno solicitou e com o apoio do suporte da SIX fizemos a primeira assinatura sem papel. Foi muito prático e pretendo adotar para os contratos futuros”, destaca o gestor. 

Universo das edtechs

Após quase três anos de atuação no segmento de educação infantil, a SIX possui um portfólio com mais de 100 escolas, em 14 estados do país e no Distrito Federal. Para chegar a esse patamar, a startup buscou aporte financeiro junto a uma investidora – a AI7 Capital – e recebeu aportes iniciais em 2020 e 2021 para ampliar a sua atuação. Em 2022, uma nova rodada de captação foi concluída com sucesso. Os recursos foram aplicados em melhorias para captar novos clientes e se preparar para crescer ainda mais.

“Estamos desenvolvendo novas ferramentas para melhorar ainda mais o atendimento aos nossos clientes. Entre elas, o módulo para captação de novos alunos, módulo para avaliação e pareceres pedagógicos e novas funcionalidades para a agenda digital. Nosso plano de expansão consiste em aumentar nossa carteira para 200 escolas até o final de 2022 e estamos reforçando nosso backoffice para este crescimento”, afirma Débora.

Com forte presença no Sul, a SIX espera ampliar seu crescimento em outras regiões do país, como o Sudeste. “Desde o início, pensei em unir as coisas que eu conhecia bem, como o ambiente de sistemas administrativos e tecnologia, com o ambiente escolar, que eu tanto amava, sempre atendendo as particularidades e especificidades da instituição, e deu certo”, avalia Débora, uma jovem gaúcha que desde muito cedo tinha vontade de empreender, sonho que realizou com a criação da SIX, em 2019. Segundo a Associação Brasileira de Startups (Abstartups), as edtechs representam hoje o maior segmento entre as startups brasileiras. Os dados mais recentes da entidade, que foram reunidos no Mapeamento de Edtechs de 2021, mostram que existem 566 edtechs espalhadas por todo o Brasil, sendo que 91 dedicadas à educação infantil, o que representa 16% do total.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados