Guia para Gestores de Escolas

O desafio de administrar mais de uma escola em 2018

Algumas dicas simples podem facilitar o seu dia a dia na administração

Por Leiza Oliveira

Gerenciar duas ou mais escolas pode trazer desafios ao empreendedor. Porém, lembre-se que é nas dificuldades que vêm os ganhos. No caso de trabalhar com educação esses ganhos não são apenas financeiros. Envolve a formação de vidas e com isso o ganho do aprendizado desses alunos, professores, e todas as partes envolvidas de uma instituição escolar.

Áreas como administrativa, pedagógica e comercial fazem uma escola funcionar. Entretanto, sem sinergia e consciência que o bom atendimento é o que deve ser colocado em primeiro lugar, às unidades tende a falência. Na Minds Idiomas, por exemplo, é comum um franqueado ter mais de uma unidade. É ainda mais comum esse gestor ter sócios nas demais escolas. Logo, o desafio é de estabelecer um planejamento em cada estrutura, organizar o tempo despendido com cada local e dividir as tarefas. Para isso, estabelecemos a Universidade Corporativa que nada mais é que cursos presenciais e online para todos os colaboradores da rede Minds Idiomas.

Para ajudar você, gestor educacional, que tem mais de uma escola para administrar, seguem 5 dicas para gerenciar com competência e sem stress:

  • Defina prioridades para cada escola

Vale criar um planejamento mensal e seguir as diretrizes estabelecidas. É claro que imprevistos acontecerão, porém tentar seguir ao máximo com o planejado fará com que os custos e receitas de cada escola sejam bem estudados e não “fujam” do previsto. Mesmo que aconteça de ter que alocar quantias de uma unidade para outra é possível nesse planejamento realocar as finanças no mês seguinte e tornar os caixas de cada escola sadios.

  • Ouça os alunos

O que acontece em uma unidade não necessariamente vai acontecer na outra. Fique atento (a) quanto a isso. Cada indivíduo é único e captar como estão aprendendo é o papel de qualquer instituição escolar. Logo, crie canais eletrônicos e\ou converse pessoalmente com os estudantes. Esse “feedback” pode lhe ajudar a mudar a metodologia usada e enxergar o que é preciso ser mudado naquela unidade.

  • Dê treinamentos para os colaboradores

Vale um curso presencial e/ou online. O importante é toda a cadeia que faz a escola funcionar ser treinada periodicamente. Pode ser semestral ou anual. Cada colaborador precisa saber qual o seu papel, objetivos que deve percorrer e como crescer na carreira. Profissionais satisfeitos refletirão isso aos alunos. E todos só têm a ganhar.

  • Use a tecnologia

Muitos gestores escolares olham para os meios digitais como concorrentes. Aulas online e ensino a distância assustam muitos empreendedores. Entretanto, o ensino tradicional, olho no olho, pode ser intercambiado com a internet. O local para achar informações jamais substituirá a troca com outro ser humano. Assim, unir tecnologia para desburocratizar algumas atividades na escola pode ser de grande ganho para estudantes e funcionários. Sistemas que lançam notas ou mesmo conteúdo para o aluno(a) ler em casa pela internet são válidos.

  • Transparência é a arma do sucesso

Já sabemos que cada escola terá problemas e soluções distintas. Porém, algo comum a todas são as pessoas. Funcionários, alunos e pais compõem a estrutura escolar. Assim, tornar a visibilidade de dados acessível faz com que a sua escola ganhe credibilidade e resolva conflitos. Por exemplo: um coordenador pedagógico precisa saber o rendimento de cada professor e aluno. Assim como os responsáveis pelos estudantes precisam saber como eles estão caminhando no estudo e no convívio com os demais. Abra esses dados, sem medo, mesmo que tenha que enfrentar algumas represálias. É só na transparência que poderá corrigir as arestas de cada escola.

 

Leiza

Leiza Oliveira é CEO e diretora educacional da rede Minds Idiomas. Fez magistério, ciências contábeis e administra um total de 70 escolas de idiomas. Possui escolas nas 5 regiões do país. Realiza treinamento de franqueado, lida diretamente com alunos e atualmente reside nos Estados Unidos para trazer tecnologia para dentro das salas de aula das escolas da Minds.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
Fale conosco!