Guia para Gestores de Escolas

Por que utilizar a tecnologia na Educação?

Cada vez mais a tecnologia abre espaço para um ensino personalizado, dinâmico e atrativo.

A tecnologia tem mudado a forma como consumimos, produzimos, aprendemos e ensinamos. Antigamente, quando os computadores chegaram às escolas o foco era como apresentar a informação aos alunos. Hoje, com as rápidas mudanças que acontecem, o foco da escola é como acessar a informação, como orientar crianças e jovens ao uso das tecnologias e, principalmente, como transformá-la em uma aliada da educação.

Tecnologia e inovação são temas que ganham cada vez mais espaço na

aprendizagem, é tanto que estão presentes em duas das dez competências gerais da Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Enquanto uma diz respeito ao uso das linguagens tecnológicas e digitais, a outra fala em utilizar a tecnologia de maneira significativa, reflexiva e ética.

Percebemos que a inclusão dessas competências, na verdade, é um reflexo do atual cenário tecnológico do mundo em que vivemos. As crianças, chamadas de nativos digitais, já nascem e crescem com as tecnologias presentes em seu dia a dia, apesar disso, ainda precisam ser educados sobre como utilizar essa tecnologia de uma maneira mais consciente e produtiva e para isso as escolas precisam se adaptar às mudanças. 

Os benefícios das tecnologias na Educação 

Aliada a educação, a tecnologia pode trazer bons resultados, ajudando no processo de aprendizagem e desenvolvimento dos alunos. As tecnologias digitais permitem um maior acesso à informação, contato com novas linguagens e aproxima o conteúdo de ensino às novas gerações. Por isso, separei alguns benefícios e exemplos sobre o uso de ferramentas digitais na escola.

  • Desperta o interesse do aluno

As ferramentas digitais estimulam os alunos a quererem descobrir cada vez mais. O fácil acesso a informação permite que tanto o aluno como o professor possam compartilhar diferentes fontes de pesquisa e novas formas de ensinar e aprender. Ex.: os objetos digitais de aprendizagem, como jogos, animações e videoaulas, têm oferecido formas criativas para facilitar o aprendizado, despertando cada vez mais o interesse dos alunos. 

  • Promove a personalização do ensino 

Existem plataformas adaptáveis que oferecem diferentes tipos de atividades para cada aluno, onde é possível personalizar o ensino de acordo com a necessidade e o ritmo do estudante. Ex.: ambientes virtuais de aprendizagem que permitem a criação e a publicação de conteúdo, além do professor poder acompanhar o desempenho do aluno. 

  • Desperta a criatividade e o protagonismo

Na era da tecnologia e da informação é mais que necessário criar ambientes que colaborem para o desenvolvimento da autonomia e na construção do conhecimento coletivo. Por isso, é importante fazer com que o aluno se sinta parte do processo e seja protagonista do seu aprendizado. Ex.: metodologias como aprendizagem maker, onde os alunos colocam a mão na massa em busca da resolução de problemas, e educomunicação, que une educação e comunicação por meio de práticas que propõem uma intervenção das mídias, são algumas formas de dar autonomia para os alunos.

  • Melhora o relacionamento e otimiza o tempo dos gestores 

As tecnologias facilitam as interações e os processos do dia a dia escolar, as trocas de informações estreitam os laços entre escola, alunos e responsáveis. Ex.: aplicativos de comunicação escolar permitem um maior engajamento familiar na rotina escolar dos alunos, com o envio de mensagens instantâneas, comunicados, eventos, lição de casa e muito mais! 

A Agenda Edu, por exemplo, é líder em comunicação e engajamento nos ambientes educacionais e ajuda diariamente 1 milhão de usuários e mais de 1500 escolas em todo o Brasil, fortalecendo as relações e melhorando o processo de comunicação.

Formação dos professores 

A tecnologia não substitui o professor, ela é apenas o meio em todo o processo educacional, mas para que se tenha um uso eficiente, criativo e crítico é fundamental a formação dos professores.

O professor que tem mais facilidade com a tecnologia tende a buscar e apresentar novas alternativas de ensino, promovendo mais desenvolvimento socioeducativo, melhor acesso à informação e uma melhor comunicação.

Escrevi um artigo sobre o papel do professor frente às novas tecnologias que explica a importância da capacitação dos professores no uso das tecnologias na escola, clique aqui para conferir!

 

Sobre o autor:

Anderson Morais é CEO e Co-fundador da Agenda Edu – empresa educacional com viés tecnológico, líder em comunicação nos ambientes educacionais. Empreendedor, entusiasta em educação e advogado. Há 5 anos têm se dedicado a educação, com o propósito de engajar escolas, alunos e responsáveis com interações que geram valor e fortalecem laços.

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!