Guia para Gestores de Escolas

Colégio Albert Sabin promove evento cultural no Museu da Casa Brasileira em São Paulo

Documentário inédito sobre Lina Bo Bardi tem projeção no jardim do MCB no próximo dia 25 de outubro; evento é realizado pelo MCB e pela produtora Respire Cultura

Movido pela convicção de que a escola desempenha um papel fundamental na dinâmica da cidade onde está inserida, podendo contribuir para o desenvolvimento da sociedade como um todo, e não apenas da comunidade escolar, o Colégio Albert Sabin patrocina uma ação cultural de comemoração do centenário de nascimento da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi (1914-1992) no Museu da Casa Brasileira, instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo. A ação dialoga com a mostra Maneiras de expor: arquitetura expositiva de Lina Bo Bardi, em cartaz no MCB até 9 de novembro.

A ação acontece no próximo dia 25 de outubro e será realizado pelo MCB e pela produtora Respire Cultura com uma nova edição do Slow Art. A programação (ver programação completa abaixo) começa às 14h30 e, a partir das 19h15, a exibição do documentário inédito Precise Poetry, dirigido por Belinda Rukschcio. O filme, premiado recentemente no Arquitetura Films Festival Lisboa 2014, aborda vida e obra de Lina Bo Bardi por meio de entrevistas com amigos e colaboradoras, trazendo imagens de projetos criados por ela em São Paulo e Salvador e destacando seu legado para a arte e a arquitetura do Brasil.

“A ideia é levar a educação para além dos muros da escola, de um jeito leve e lúdico, e de modo a complementar o conhecimento proporcionado pelas exposições. Acreditamos que esse é um dos papeis fundamentais da Educação fora da sala de aula”, explica Cristina Godoi, mantenedora do Colégio Albert Sabin.

CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS NO COLÉGIO VITAL BRAZIL

 

Além do Albert Sabin, o grupo é mantenedor do Colégio Vital Brazil, localizado na zona oeste de São Paulo. No último final de semana, o Vital Brazil realizou no Parque Villa-Lobos o evento “Histórias em Papel” dedicado à leitura – o evento foi aberto ao público. Os participantes levaram livros já lidos para trocar com outras pessoas e aproveitaram para participar de atividades ao ar livre, como oficinas de máscaras e de como escrever livros, contação de histórias e apresentações de teatro. Em setembro e outubro, o Vital Brazil também realizou um projeto de contação de histórias chamado Histórias Bem Contadas, realizado nas Livrarias Saraiva do Shopping Eldorado e do Shopping Vila Lobos, voltado principalmente às crianças de 2 a 10 anos, com o objetivo de levar aos pequenos temas que valorizam a cultura brasileira, a família, as relações interpessoais e a imaginação, sem contar o estímulo à leitura e à comunicação oral. Além da literatura, os grupos de contadores usam teatro, dança e música para entreter o público.

PROGRAMAÇÃO SLOW ART – LINA BO BARDI

14h30 às 17h30 – Oficinas: “Ciranda na Casa Brasileira”, “Cara de Quintal” e “Pintura em Mobiliário”

A atividade Ciranda na Casa Brasileira, oferecida por Lídia Yogui, Miguel Paladino, Marcia Benevento e músicos cirandeiros, reúne confecção de instrumentos de percussão, música e dança. Cara de Quintal busca estimular a criação de espaços que dialogam com a natureza, com elementos como módulos de caixa de papelão e fitas que ajudam as crianças a desenvolver a noção espacial, por meio da construção coletiva de cenários, túneis e outros ambientes. Pintura em Mobiliário, mediada pelas artistas do Etudia MY.S, instiga a reflexão sobre a reutilização de materiais descartados por meio da pintura e customização de bancos de papelão. Para as oficinas, o atendimento aos participantes será feito por ordem de chegada e de acordo com a disponibilidade de vagas.

 

18h às 19h – Show do grupo Pitanga em Pé de Amora

Formado por jovens na faixa dos vinte anos, o grupo Pitanga em Pé de Amora adota o trabalho coletivo como norte para a criação de um repertório autoral. Seus integrantes (Angelo Ursini, Daniel Altman e Ga Setúbal, todos eles multi-instrumentistas) se revezam na autoria das composições letradas por Diego Casas, que além de letrista titular, também faz junto com Flora Popovic e Daniel Altman o vocal da maioria das canções. O caráter colaborativo abrange não só a criação musical, mas também a performance do grupo no palco, evidente no rodízio de instrumentos musicais que se dá ao término de cada música, sobressaindo a espontaneidade e o improviso de um time centrado em sua vocação: fazer uma música bonita e envolvente de se acompanhar, com letras simples que celebram histórias pitorescas, as melodias e o amor. Mais informações: www.pitangaempedeamora.com.br

19h15 às 20h15 – Exibição do filme “Precise Poetry – Lina Bo Bardi’s Architecture”

Documentário da diretora austríaca Belinda Rukschcio lançado em 2013 e inédito no Brasil, “Precise Poetry – Lina Bo Bardi’s Architecture” traz entrevistas com colaboradores da arquiteta ítalo-brasileira Lina Bo Bardi (Roma, 1914 – São Paulo, 1992), explorando aspectos sociopolíticos e eventos sociais que influenciaram em sua obra. O filme foi premiado recentemente no Arquitetura Films Festival Lisboa 2014. Assista ao trailer no endereço: www.precise-poetry.com

Sobre Colégio Albert Sabin

O Colégio Albert Sabin, fundado em 1993 e localizado no Parque dos Príncipes, zona oeste de São Paulo, tem como proposta educar desenvolvendo a personalidade por meio de ações pedagógicas dinâmicas, permanentemente atualizadas e humanistas, com o objetivo de formar cidadãos globalizados e capazes de contribuir para a evolução da sociedade. Para isso, estabeleceu quatro eixos que atendem o desejo de ensinar por meio de oportunidades: qualidade de vida; fluência em um segundo idioma; condições de acesso ao Ensino Superior e encantamento de pais e alunos. Seus diferenciais vão desde as amplas atividades extracurriculares, como futebol, basquete, handebol, voleibol, natação, balé, ginástica artística, judô, xadrez, teatro em português e em inglês, coral e línguas estrangeiras, até as atividades baseadas na conscientização da cidadania e da importância de cada um na contribuição para o progresso da sociedade. Mais informações: www.albertsabin.com.br.

Sobre o Slow Art

O Slow Art tem como objetivo transpor as paredes de museus e centros de cultura para espaços ao ar livre na cidade. E assim aproximar a arte das pessoas. Por meio de intervenções como a projeção de documentários e conteúdos relacionados à produção artística, o projeto promove mudanças na forma de encarar exposições e propõe a discussão e interação entre públicos diversos. “O Slow Art traz conteúdos complementares à exposição do MCB Maneiras de expor ao oferecer informações artísticas e biográficas sobre Lina Bo Bardi por meio de um documentário INÉDITO”, explica Chiara Battistoni, uma das idealizadoras do projeto. Sobre a mostra Maneiras de expor (em cartaz no MCB até 9 de novembro). Exposição em homenagem ao centenário de nascimento de Lina Bo Bardi (Roma, 1914 – São Paulo, 1992), reúne desenhos, cartazes e fotos originais de exposições realizadas pela arquiteta, além de vídeos com depoimentos de colaboradores. A partir da pesquisa feita em documentos e fotografias e da construção de expositores em escala, foram montadas ambientações que transformam as salas do MCB em modelos de aproximação de mostras como “Caipiras, capiaus: pau-a-pique”, “Bahia no Ibirapuera”, além das pinacotecas do MASP 7 de Abril e MASP Paulista, incluindo seis exemplares dos famosos cavaletes de vidro. “Apresentamos nesta exposição-homenagem, uma frente da múltipla atuação da arquiteta Lina Bo Bardi: exposições que desenhou, curou e realizou”, explica o curador Giancarlo Latorraca. “Buscamos trazer uma visão ampla e não única desta ‘trajetória expositiva’, desde as experiências aplicadas no MASP 7 de Abril, feitas com a fresca bagagem da cultura museológica italiana, às grandes mostras populares do SESC Pompeia”.
Sobre a Respire Cultura

Foi criada com o objetivo de realizar eventos culturais que, por meio de atividades e experiências artísticas, oferecem ao público uma nova forma de relacionamento entre pessoas, marcas e o espaço público. Conectada à sustentabilidade e à vida, a Respire Cultura tem como missão redescobrir maneiras de articular projetos culturais que dialoguem com a cidade.
Sobre o Museu da Casa Brasileira

O Museu da Casa Brasileira se dedica às questões da cultura material da casa brasileira. É o único do país especializado em design e arquitetura, tendo se tornado uma referência nacional e internacional nesses temas. Dentre suas inúmeras iniciativas, destaca-se o Prêmio Design Museu da Casa Brasileira, realizado desde 1986, e o projeto Casas do Brasil, que promove um inventário sobre as diferentes tipologias de morar no país.

 

SERVIÇO

Slow Art – Lina Bo Bardi
25 de outubro, sábado – Entrada Gratuita
14h30 – Oficinas culturais
18h – Show da banda Pitanga em Pé de Amora
19h15 – Exibição no jardim do MCB do documentário Precise Poetry, de Belinda Rukschcio

Realização: MCB e Respire Cultura
Patrocínio: Colégio Albert Sabin
Mostra Maneiras de expor: arquitetura expositiva de Lina Bo Bardi
Visitação: até 9 de novembro
Local: Museu da Casa Brasileira
Av. Faria Lima, 2.705 – Jd. Paulistano
Tel.: (11) 3032-3727
Visitação
De terça a domingo, das 10h às 18h
Ingressos: R$ 4 e R$ 2 (meia-entrada)
Gratuito aos sábados, domingos e feriados
Acesso a pessoas com deficiência / Bicicletário com 40 vagas
Estacionamento pago no local
Visitas orientadas: (11) 3032-2564 / [email protected]
www.mcb.org.br

Receba nossas matérias no seu e-mail


Relacionados
× Fale conosco!